Principais diferenças entre metas OKR e Metas Tradicionais

2019-05-14T10:31:19-03:0022 outubro, 2018|Gestão de Desempenho, Gestão de Metas|

 

Uma grande tendência na avaliação de desempenho das empresas é a utilização do método OKR para a definição e apuração de suas metas. Entretanto, na implementação deste processo, algumas dúvidas surgem quanto as suas características e principais diferenças em relação a um processo tradicional de avaliação de metas. Este texto busca esclarecer as principais diferenças entre metas OKR e Metas Tradicionais.

Desta forma alguns itens podem ser destacados na diferenciação destes processos, sendo eles:

Duração dos ciclos: As OKRs são criadas e reavaliadas em ciclos mais curtos, que variam entre 1 e 6 meses, enquanto a prática tradicional é de fazer ciclos anuais de metas.

Transparência: Geralmente, as OKRs são públicas, isto é, a sua visualização é disponibilizada para todos dentro de uma empresa. Essa possibilidade ocorre, pois, as mesmas não são ligadas diretamente às remunerações e bônus salariais. Desta forma, a possibilidade de um alinhamento motivacional acaba sendo um grande benefício, pela transparência da utilização deste método.

Dados e Produtividade entenda essa relação
tão importante para a empresa

cta_baixe_ebook_gratis_azul

Bottom-up: As OKR são definidas, geralmente, de baixo para cima. Isto é, os profissionais possuem maior liberdade e são incentivados a definirem as suas próprias metas, em alinhamento com os objetivos da equipe a qual fazem parte, área e empresa. Esse processo é uma quebra ao paradigma da definição de objetivos do “topo para baixo”, que tendem a ser mais formais e rígidos.

Resultados: Em algumas empresas, utilizam-se parâmetros diferentes dos tradicionais para o atingimento das OKR. Nestes casos, utiliza-se até 70% do cumprimento do objetivo total para se considerar uma OKR alcançada. Desta forma, os resultados reais alcançados são mais evidenciados e significativos do que a sua porcentagem. A ideia da “diminuição” dos objetivos concretos é motivar os profissionais a, de maneira conjunta e agregada, traçarem objetivos mais altos para que atinjam maiores resultados.

A utilização das OKR vem se mostrando uma tendência nos processos de avaliação de desempenho através de metas, em detrimento dos métodos tradicionais (que tendem a ser mais longos e com estrutura top-down). Desta forma, o alinhamento à utilização da tecnologia é uma ótima estratégia para sinalização de uma mudança na estrutura da avaliação de desempenho. A utilização de uma plataforma de Gestão de Desempenho traz consigo maior comodidade, segurança das informações armazenadas e compartilhadas, possibilidade de feedbacks de alinhamento das OKRs durante o processo e mensuração precisa de resultados.