Tecnologias: qual a grande mudança que elas proporcionam nas empresas?

2019-06-11T11:57:35-02:003 outubro, 2017|Talent Management, Tecnologia para RH|

Com a grande variedade de tecnologias disponíveis hoje em dia, é difícil não ser atingido por esse fenômeno, e isso acontece até mesmo nas empresas. Não se trata apenas de melhorar as experiências, mas também trazer eficiência operacional. Quem não acompanha essas mudanças acaba sofrendo as consequências e sendo engolido pelos concorrentes.

Desta forma, os gestores se viram num novo dilema, descobrir quais as tecnologias eram realmente necessárias para otimizar seu negócio. No setor do varejo por exemplo, há tecnologias voltadas para a parte operacional que ajudam na gestão da loja e também há tecnologias pensadas nos clientes, que os atraem e criam uma experiência de compra diferente.  Saber escolher em qual investir é essencial e já falamos sobre isso aqui no blog.

Na área de RH, as tecnologias ajudam a monitorar o cumprimento de metas, o desempenho dos colaboradores, o progresso nos treinamentos e muitas outras coisas que antes eram checadas manualmente e tomavam muito tempo. Esse tempo economizado no monitoramento, agora é investido para pensar em estratégias, para auxiliar a equipe e aplicar métodos que otimizarão o desempenho do negócio e ajudarão a aumentar a produtividade.

De acordo com pesquisas recentes da IDC Brasil (International Data Corporation), divulgadas em fevereiro deste ano, aproximadamente 10% das empresas investem uma média de 5% de seu faturamento em tecnologias inovadoras.

Mas, afinal, como o uso dessas tecnologias impactaram os modelos de gestão das empresas? Vamos aos itens!

Entenda o que é Gestão de Desempenho
e qual é o real papel do Líder dentro das Organizações!

  • Otimização de tempo e resultados

Como falamos anteriormente, uma das grandes vanagens da tecnologia, é que ela passa a fazer tarefas que antes nos tomavam muito tempo. Com a grande demanda de aplicativos e softwares em organizações é possível realizar processos mais ágeis, automatização de funções e maior facilidade a vida de gestores.

Alguns programas são tão autônomos que são capazes de realizar monitoramento dos colaboradores, e, com isso, é possível que se faça um balanço de forma simples, rápida e eficiente para gerar dados que serão úteis para a melhoria da atuação do funcionário na empresa, o cumprimento de metas, etc.

Dessa forma, os próprios colaboradores podem tomar iniciativa para resolver situações que antes precisaria necessariamente do gestor, e este passou a ganhar mais tempo para pensar na empresa, em estratégias e nos próprios colaboradores.

As empresas que passaram a utilizar algum desses tipos de programas tiveram uma redução de cerca de 20% do tempo gasto com situações do dia a dia que o aplicativo pode realizar.

  • Redução de custos e aumento da segurança

As tecnologias podem reduzir custos de forma excepcional. Um exemplo de algo que quase todos usam, mas dificilmente param para pensar sobre, é a nuvem – também conhecida como cloud ou GED (Gerenciamento Eletrônico de Documentos) – é um sistema que visa deixar ambientes de armazenamento menores e promove backups mais completos e seguros.

Com a criação da nuvem, as vidas de gestores de empresas foram bastante simplificadas, já que a preocupação com locais físicos para o armazenamento de informações foi deixada de lado para dar espaço aos locais online, com a garantia de maior segurança quanto aos dados arquivados. Isso trouxe benefícios em relação aos gastos financeiros, os quais foram encurtados, visto que não se precisou mais pagar o aluguel ou comprar lugares físicos para guardar os arquivos.

Outra tecnologia que ajuda muito os gestores a reduzir custos, são as ferramentas para cálculo de remuneração variável. Hoje esses cálculos podem ser feitos com muito mais precisão, levando em conta dados como desempenho, desenvolvimento de competências, metas alcançadas entre outros. Isso diminuiu favoritismos e fomentou uma cultura de meritocracia que leva a equipe a estar cada vez mais motivada em busca de bônus e outros benefícios.

Entenda o que é Gestão de Desempenho
e qual é o real papel do Líder dentro das Organizações!

  • Auxílio na retenção de talentos e o recrutamento

As novas tecnologias ajudam o gestor a enxergar o problema antes dele se tornar grande a ponto de não poder mais ser controlado, e isso evita a perda de talentos. Avaliações de desempenho constantes e o monitoramento das atividades podem ser essenciais para saber como os funcionários se desenvolvem, se estão dando conta, se estão sobrecarregados, se há falta de desafios e, com todas as informações prévias, o gestor pode agir para reter esse talento, oferecendo a ele o que for necessário para ficar.

Com esses dados ordenados, o recrutamento pode ser bastante agilizado, com benefícios tanto à empresa, quanto ao gestor. Se alguma pessoa se demite, o tempo para encontrar outro profissional é muito menor, já que há potenciais talentos disponíveis para ocupar a vaga.

Demissões e contratações sempre geram grandes custos, tempo até a vaga ser preenchida e tempo para adaptação. Com ajuda de tecnologias como um banco de dados prévio, a probabilidade de erro nessas contratações é menor e o prejuízo, consequentemente, também, em razão de você já saber a capacidade da pessoa para a tarefa destinada e tendo em vista a redução do tempo que ela precisará para aprender.

  • Melhora nas estratégias

Pensar em estratégias para melhorar o desempenho da empresa e cumprir metas é algo que, após a tecnologia, foi bastante descomplicado. A matriz de talentos, por exemplo, é um recurso muito utilizado por profissionais de RH para analisar o potencial de talento nas organizações. Para saber como aplicar a matriz em seu negócio, veja no link aqui.

Os funcionários são avaliados em duas dimensões: potencial e desempenho. A partir disso, é possível se conseguir uma espécie de gráfico com apresentações dos profissionais com melhores e piores performances, para que esses possam ser comparados uns aos outros.

Antigamente, os dados eram agrupados em planilhas do Excel de um modo complexo e sem muita exatidão, já que coletar esses dados era praticamente impossível diante o número de colaboradores da empresa.

Isso facilita a vida dos gestores na hora de decidir sobre a carreira dos colaboradores. Quem precisa de treinamento, quem pode entrar para um programa de intercâmbio, ou quem merece uma promoção, e etc. Assim, ao mudar os colaboradores para uma área onde eles têm potencial de se destacar, terão maior produtividade, e com isso cria-se melhores estratégias.

Essas foram algumas maneiras que colaboraram na mudança do modelo de gestão das empresas. É comprovado que todas essas novas tecnologias influenciam de forma bastante positiva os modelos de gestão das empresas. Para isso, é importante que tanto os gestores quanto os funcionários mantenham-se atualizados e procurem se adaptar a essas novidades.