Conheça diferentes modelos de gestão de pessoas

2021-02-11T11:19:41-02:0028 fevereiro, 2018|Talent Management|

Em uma análise rápida, é possível perceber como a ação do tempo e a evolução do pensamento humano contribuíram dentro do âmbito organizacional. Novas tecnologias, sistemas e procedimentos mais ágeis, meios de comunicação que não existiam até 10 anos atrás. Assim, outro aspecto que também evoluiu e se ramificou em algumas vertentes foram os modelos de gestão de pessoas. A seguir, conheça um pouco mais sobre diferentes modelos e como cada um pode influenciar em seu negócio. Vamos lá?

Modelo autocrático

O modelo de gestão autocrático é aquele em que o poder de decisão está concentrado apenas nas mãos do alto escalão da empresa. Assim, deixando os demais colaboradores totalmente dependentes de ordens superiores.

Os gestores mais tradicionalistas ainda adota esse modelo de gestão antigo e é identificado pela visão racionalista e pouco abrangente no que diz respeito ao desenvolvimento das pessoas. O foco: trazer resultados utilizando a equipe como uma mão de obra substituível, desestimulando a comunicação, controlando rigidamente e preferindo utilizar críticas em vez de motivar a equipe pela valorização.

Nem é preciso dizer que esse modelo não apresenta muitos benefícios aos colaboradores nem à empresa. Organizações que adotam esse modelo de gestão apresentam maior taxa de turnover, têm dificuldades de expansão e, não raramente, precisam lidar com conflitos no clima organizacional.

A relutância em delegar tarefas pode ser fruto do perfeccionismo e da falta de confiança nos colaboradores. Mas, algo que pode mudar com programas de desenvolvimento, capacitação e, em casos mais difíceis, um bom coaching de gestão de pessoas.

Modelo flexível

O modelo flexível compreende a participação do colaborador como sendo essencial para a tomada de decisões e crescimento da empresa como um todo. Esse modelo valoriza o equilíbrio emocional tanto quanto as habilidades e competências da equipe.

ebook gestão de pessoas

Práticas como a delegação de tarefas, feedbacks constantes e reconhecimento das conquistas da equipe estão presentes em empresas que adotam modelos de gestão de pessoas flexibilizados.

Os benefícios desse modelo são notórios. Principalmente quando em comparação ao primeiro modelo: engaja e motiva mais o time de colaboradores, e a empresa goza de bons resultados e baixo nível de estresse no clima organizacional.

Obviamente, é preciso preparação e certo “jogo de cintura” ao adotar o modelo de gestão flexível, para que as coisas não fujam completamente do controle. Para que esse modelo funcione, tanto os colaboradores quanto a gestão devem estar preparados para trabalhar sob essa estrutura.

Modelos de gestão de pessoas por competência

Os modelos de gestão de pessoas por competência fazem parte de uma gestão estratégica e foca em resultados. Assim, levando em conta o perfil comportamental dos talentos que compõe a equipe, alinhando-os à cultura organizacional da empresa.

Isto é, as habilidades e competências exigidas por cada cargo e as características individuais dos colaboradores são analisadas e combinadas. A partir disso, é possível conseguir extrair o melhor desempenho de cada talento, certificando-se de que ele está feliz em executar as funções atribuídas a seu cargo.

Pode executar esse modelo em todos os níveis da empresa e demanda pesquisa e planejamento detalhado para que possa trazer bons resultados. Para entender o perfil comportamental da equipe, é preciso realizar um procedimento cíclico contínuo de quatro fases: mapeamento, avaliação, desenvolvimento e monitoramento.

Manter a capacitação e os feedbacks constantes, além de promover avaliações de desempenho e de satisfação são algumas práticas que garantem a eficácia do modelo por competência na empresa a longo prazo.

Gostou de conhecer mais sobre os modelos de gestão de pessoas apresentados? Aproveite e conheça as soluções que a SER desenvolveu e dê um upgrade na gestão de talentos da sua empresa!

Um comentário

  1. maria liduina de araujo silva 25 de outubro de 2019 em 21:27- Responder

    Os modelos de gestão de pessoas que existem atualmente são resultado de uma evolução histórica, que a partir da prática e de estudos desenvolveram diferentes modos de tratar e administrar os colaboradores de uma empresa. Atualmente, as organizações podem adotar exclusivamente algum desses modelos ou apresentar aspectos de mais de um deles.

Deixar um comentário

Ir ao Topo