Quais serão as habilidades do futuro? Como o RH deve se preparar?

2020-07-23T14:06:48-03:0023 julho, 2020|Tecnologia para RH|

O ritmo acelerado das mudanças e inovações tecnológicas vem crescendo cada dia mais. É inegável que, para que as empresas sobrevivam ao mercado de trabalho e saiam a frente da concorrência, é preciso se reinventar, assumir novas posturas e adquirir habilidades do futuro.

Na área de Recursos Humanos também não podia ser diferente. Sua atuação é imprescindível para que haja desenvolvimento de competências e habilidades das pessoas nas organizações. Esse desenvolvimento faz com que os profissionais cresçam, explorem os potenciais existentes e atinja os resultados esperados pela empresa.

Diante desses novos desafios e exigências, as organizações buscam uma nova abordagem do setor de Recursos Humanos, atuando de forma mais estratégica, preparando os profissionais para lidar com todas essas transformações e desenvolvendo habilidades para o futuro que serão essenciais

Quer conhecer mais sobre essas habilidades e como o RH deve estar preparado para essas transformações e exigências de mercado? Continue a leitura e confira nossas dicas.

Avanço constante da tecnologia

Mudanças são sempre necessárias. A todo tempo mudamos nossa forma de comunicar, produzir, relacionar com as pessoas e os meios de se obter informações.

Durante 24 horas do dia, estamos conectados e acompanhando, em tempo real, os acontecimentos no mundo todo.

A tecnologia é uma constância em nossas vidas e permite transmitir informações em questões de segundos, sem limites de tempo e espaço. As mudanças e novidades são tão rápidas, que mal percebemos que são incorporadas as nossas rotinas de forma espontânea.

Os avanços tecnológicos são essenciais para melhorar serviços, otimizar processos, produzir mais com menos tempo, reduzir custos e trazer grandes resultados para as organizações. Mas, esses avanços ainda geram para alguns profissionais , insegurança, desconforto e dependendo da situação, até medo.

Muitas pessoas tem medo do novo e do desconhecido, se sentem ameaçadas com esses avanços. Tradicionalmente, os mais jovens são os primeiros a abraçar novos produtos e serviços tecnológicos. Já os mais velhos apresentam dificuldades e resistência em adotá-las no seu dia a dia. Além disso, há aqueles profissionais que ficam inseguros e preocupados em serem substituídos pelas máquinas.

Habilidades do futuro

Os profissionais inseridos nessa nova era, além de estar ligados aos avanços tecnológicos, também precisam ter habilidades do futuro, pois serão essenciais em um mundo globalizado. O setor de Recursos Humanos tem um papel primordial nesta preparação, pois serão responsáveis pela condução e formação destes profissionais para essa nova realidade. A seguir, listamos algumas dessas habilidades.

ebook software para gestão de pessoasPowered by Rock Convert

Inteligência emocional

É a capacidade de administrar, controlar, expressar emoções, usá-las a seu favor, assim como entender as emoções dos outros, construindo relações harmoniosas. Aqueles profissionais que possuem inteligência emocional sabe pensar, sentir e agir de forma inteligente e consciente, sem deixar que as emoções controlem sua vida e atitudes.

As pessoas não podem ser substituídas pelas máquinas, pois estas não tem a habilidade que um ser humano tem de se conectar a outros indivíduos. Com a inteligência emocional é possível ter aumento da autoestima e autoconfiança, redução de conflitos, melhoria do relacionamento interpessoal, clareza nos objetivos e qualidade de vida.

Liderança

A liderança é uma característica essencial para o mercado de trabalho do futuro. É a capacidade de conduzir, inspirar e auxiliar um grupo de pessoas a se tornarem profissionais mais qualificados. O líder age de forma estratégica, motivando e contribuindo para que a equipe alcance os resultados e objetivos esperados pela organização.

O RH é peça chave para auxiliar os gestores a desenvolver essa habilidade. A liderança é uma habilidade muito importante por estar ligada a gestão de pessoas. Quem assume esse papel é responsável por disseminar a cultura da empresa e engajar a equipe, fazendo com que a missão, visão e valores da organização estejam alinhados aos objetivos da equipe.

Criatividade

Profissionais do futuro precisam ser criativos para desenvolver novas formas de trabalhar, novos produtos, serviços e criar soluções que tragam benefícios e melhorias para as organizações. As máquinas e robôs já conseguem realizar algumas tarefas que as pessoas realizam, mas não possuem a habilidade de ser criativo.

Com o trabalho criativo e intelectual, competências comportamentais ganham espaço e destaque no mercado de trabalho, tornando essencial o desenvolvimento dos profissionais nessas habilidades.

Neuroplasticidade

É a capacidade do cérebro humano se adaptar a mudanças. O sistema nervoso se modifica na sua função e estrutura devido às experiências vivenciadas. O cérebro é dinâmico e adaptativo, logo o profissional precisa ter em mente que não se sabe o suficiente e sempre é necessário vivenciar outras experiências e ter novos aprendizados.

É importante se manter atualizado e pesquisar novos assuntos da sua área de atuação. Além disso, estar sempre antenado aos conteúdos gerais como marketing, política, economia, tecnologia e desenvolvimento humano. Esse é o perfil desejado para o mercado de trabalho do futuro.

Seu RH está preparado para o futuro?

Por fim, vimos quantas mudanças vem acontecendo na área de tecnologia e recursos humanos. Isso impacta diretamente no perfil do profissional desejado pelo mercado de trabalho. As pessoas não são mais vistas como apenas seguidoras e executoras de regras e tarefas, mas sim como mentoras, líderes e estratégicas.

O RH deve estar preparado para desenvolver e auxiliar os líderes, mostrando a importância dos feedbacks e de como melhorar a experiência dos funcionários. A tecnologia vem, agressivamente, substituindo atividades operacionais e repetitivas. É o momento de se reinventar e modificar o modo de pensar e agir dentro das organizações.

Os profissionais precisam ter criatividade e inovar seus projetos. Investir em habilidades e percepções sensoriais é a saída para aqueles que não querem ser substituídos por máquinas e robôs. O RH vem como parceiro, mostrando a diversidade de pensamento, auxiliando na maturidade emocional e exploração da criatividade e intelecto.

É necessária uma inversão de papel do setor de Recursos Humanos, sair do operacional e ir para o estratégico. E não somente do RH, mas sim de todos os profissionais. Esse é o novo futuro do mercado de trabalho e quem não se reinventar e se movimentar, vai ficar de fora.

E você? Vai ficar de fora do mercado do futuro? Leia outros post do nosso blog e se mantenha atualizado.

Um comentário

  1. […] Tá, pode não ser, exatamente, o que você queria escutar. Mas essa é uma das dicas mais importantes para levar no coração. Com tantas tecnologias e informações disponíveis, o mundo muda rápido demais. Isso significa que, se quisermos nos manter relevantes no mercado, precisamos adotar a educação continuada e investir, constantemente, em nossas habilidades. […]

Deixar um comentário