Indicadores Estratégicos para o RH: Quais São e Como Mensurá-los

2019-05-13T22:24:47-03:003 dezembro, 2018|Gestão de Pessoas|

 

Em todo processo de avaliação de desempenho, algumas diretrizes são tomadas antes de sua execução, tais como a definição de quais competências deverão ser avaliadas, se estas estão alinhadas com a cultura organizacional, quais métricas deverão ser utilizadas nesta avaliação e como será aplicado o processo. Diante disso, uma importante diretriz que deve, também, ser colocada em pauta antes do início de um processo de avaliação é de quais ações deverão ser tomadas com os Indicadores Estratégicos para o RH que serão gerados.

Os indicadores de desempenho são utilizados para analisar o quanto os resultados de um processo de avaliação estão alinhados ao que se espera de determinada área e se estes mesmos resultados correspondem ao que se espera dos profissionais de acordo com a cultura organizacional da empresa.

A partir dos indicadores é possível executar planos de carreira e sucessão, elaborar planos de desenvolvimento individuais, criar matrizes de talentos ou até mesmo averiguar quais diretrizes deverão ser tomadas em caso de readequações de áreas ou profissionais à cultura organizacional.

Os indicadores são, geralmente, valores quantitativos oriundos das avaliações realizadas. Não existem impeditivos para que indicadores qualitativos sejam utilizados, embora essa prática não seja utilizada como padrão, pois há uma necessidade de análise mais criteriosa, que leva mais tempo e é menos precisa na mensuração de resultados. Desta forma, podemos dizer que os indicadores são métricas que indicam informações úteis e com relevância no auxílio da tomada de decisões.

Os principais tipos de indicadores para o RH

Produtividade:

Os indicadores de produtividade podem evidenciar a correlação entre utilização dos recursos da organização e esforço/tempo utilizado pelo profissional em relação às entregas executadas pelos mesmos. Indicadores de produtividade, entretanto, podem ser também treinamentos, palestras ou outras ações de Desenvolvimento Individual e qual o resultado obtido à partir da aplicação destas ações no desempenho do profissional.   

Índice de Turnover

Esse indicador pode ser utilizado para análise da rotatividade de profissionais da empresa durante determinados períodos. Com ele, é possível realizar análises que englobem a competitividade e atratividade da empresa em relação aos seus concorrentes e também planejar movimentações de carreira e sucessão com os profissionais da mesma, além da retenção de talentos.

Retenção de talentos

O objetivo desse indicador é – através das avaliações de desempenho – compor o banco de talentos da organização. Através dele, estratégias de retenção de talentos podem ser tomadas afim de evitar a perda de profissionais que possuem potencial de crescimento estratégico dentro da organização. A sua mensuração pode ser realizada em cada área/setor de maneira independente dentro da organização, considerando cada contexto e profissional avaliado.

Dados e Produtividade entenda essa relação
tão importante para a empresa

cta_baixe_ebook_gratis_azul

Absenteísmo

Esse indicador pode ser um grande alinhado do RH quando utilizado em conjunto com outros dados dos profissionais. Ao mensurar os motivos que envolvem as faltas e atrasos, em comparação com avaliações de desempenho e feedbacks, é possível traçar estratégias que visem identificar pontos de atenção dentro do negócio que podem estar influenciando na desmotivação dos profissionais, como as condições de trabalho, a falta de estímulos ou até mesmo problemas pessoais que estejam influenciando negativamente em sua motivação.

Aprendizagem: Avaliação de Reação e Eficácia

Treinamentos realizados devem ser avaliados para que gestores, RH e profissionais tenham possibilidade de dar e receber feedback sobre a efetividade da execução dos mesmos. Os gestores devem ser capazes de identificar a efetividade dos treinamentos efetuados no dia a dia e traduzir essas informações através de avaliações de reação e de eficácia dos treinamentos realizados pelos profissionais. Através dessas avaliações, os indicadores de aprendizagem podem ser gerados e utilizados como recurso para mensurar melhorias necessárias nas equipes ou nos próprios programas de treinamento aplicados.