Como fazer um planejamento de RH impecável? Entenda aqui!

2019-05-16T10:44:31-02:0021 janeiro, 2019|Gestão de Pessoas|

Grandes resultados na gestão de pessoas só podem ser obtidos com o planejamento de RH. De ponta a ponta, é preciso saber o que fazer, como e quando. É o que explicamos hoje!

O planejamento de RH nada mais é do que uma ponte que liga o “onde” o setor está até “aonde” ele deve chegar, com a descrição das melhores ações para que os resultados desejados se tornem realidade. A questão é: como criar um bom plano?

Tudo começa com uma análise do atual local de trabalho. Itens como a motivação e a assiduidade da equipe devem ser mensurados para entender o status quo. Em seguida, é preciso criar objetivos, metas e o plano de ação, com foco em resultados específicos.

Pode até parecer algo muito complexo, mas não é bem assim. O planejamento tem início, meio e fim. Separamos as principais dicas para ajudar você nessa tarefa. Confira!

Conheça os atuais resultados do RH

O primeiro passo é fazer uma análise do status quo. A questão eixo é “como a gestão de pessoas está?”. Não basta respondê-la com base no achismo. É preciso de métricas seguras e atuais que demonstrem se o RH está sendo bem-sucedido ou não.

Portanto, estabeleça e levante um conjunto de indicadores-chave de desempenho que gerem uma visão mais sistêmica do RH. Alguns dos principais são: turnover, employee net promoter score (E-NPS) e nível de absenteísmo.

Faça dos indicadores os objetivos para o futuro

Agora que sabe exatamente “onde está”, é preciso determinar “aonde quer chegar”. O segundo passo é estabelecer objetivos realistas e desafiadores. Sem uma perspectiva de futuro melhor (seja no curto, médio ou longo prazo) nenhum plano está completo.

No entanto , não basta definir objetivos superficiais — do tipo “aumentar a retenção de talentos no próximo ano”. Bons objetivos têm o padrão SMART e são considerados específicos, mensuráveis, alcançáveis, relevantes e com tempo bem definido.

Toda empresa deve ter a Cultura
Organizacional bem definida. A sua tem?

Crie o seu plano de ação

O terceiro passo é estabelecer “como” os resultados serão alcançados. Isso depende de um bom plano de ação. Ou melhor, um documento que esclareça exatamente o que deve ser realizado para que o objetivo inicialmente definido seja alcançado com êxito.

Para tanto, faça esta pergunta: quais os passos devem ser dados para a realização do objetivo? Depois, faça a seguinte pergunta para cada passo identificado: ele pode ser fragmentado em subpassos? Assim terá uma rota com passos e subpassos.

Alinhe planejamento de RH e as metas da empresa

O planejamento de RH deve estar em sintonia com os objetivos e estratégia genérica da organização, caso contrário será rejeitado pela alta administração. Em razão disso, é importante manter o foco e lembrar que o RH é parte de um grande organismo.

Imagine que o objetivo da empresa é “crescer 80% no próximo ano”; o RH deve criar seu plano tendo isso em vista e lembrando que é um dos setores mais importantes da empresa. Caso contrário, estará indo em direção oposta e até prejudicando o negócio.

Em conclusão, o planejamento de RH é um processo que demanda atenção e determinação. Se bem seguido, pode ser um fator de crescimento e sucesso não só à gestão do capital humano, mas também a toda a organização. Além disso, pode levar à eficiência operacional, retorno sobre investimento (ROI), além da atração e retenção de talentos.

Gostou do nosso artigo? Aproveite para assinar nosso newsletter e receber novidades sobre gestão de pessoas e equipes diretamente em seu e-mail. Vamos lá!