Como desenvolver a liderança para fazer a gestão de pessoas?

2020-04-27T11:05:01-03:001 dezembro, 2017|Estratégia Corporativa, Gestão de Talentos, Talent Management|

Entenda o papel e saiba como desenvolver a liderança em sua empresa.

Você já percebeu que, na sua empresa, o grande capital está nas pessoas, nos colaboradores que compõem a organização, que geram resultados e que fazem com que ela cresça. No entanto, para manter os profissionais em plena produtividade, é essencial investir em uma gestão de pessoas de qualidade.

Nesse aspecto, desenvolver a liderança é um fator central. É importante capacitar tanto os gestores quanto os profissionais do time para colocar uma liderança positiva em prática, principalmente quando se fala no gestor de RH. Ele precisa ir além da figura tradicional de chefe, que apenas dá ordens e cobra resultados. É necessária uma abordagem moderna, que gere e inspire confiança em todos ao redor para garantir o pleno funcionamento da empresa e a produtividade do time.

Quer saber como fazer isso? Então, leia o nosso artigo e descubra como desenvolver a liderança e gestão de pessoas com qualidade.

Os desafios da relação entre liderança e gestão de pessoas

O setor de gestão de pessoas é o responsável por monitorar o desempenho e a motivação de todos os colaboradores da empresa. É ele que realiza também as pesquisas de clima, trabalha a cultura organizacional dentro do negócio e identifica problemas e gargalos que afetam diretamente a produtividade e o desempenho de todos os profissionais que geram resultados para o empreendimento.

Ele é, portanto, um setor central para a organização. Dessa forma, o líder de gestão de pessoas se encontra em uma posição privilegiada para fazer a diferença na empresa, gerando um diferencial competitivo para a organização. Mas isso só é possível quando há uma liderança positiva, forte e confiável na gestão do RH da empresa.

No entanto, antes de entender como fazer isso, é essencial que você saiba que existem alguns desafios relacionados ao desenvolvimento de liderança e gestão de pessoas. Confira a seguir!

Orçamento

Muitas vezes, no setor de gestão de pessoas, o orçamento para investimento interno pode ser limitado. Dessa forma, para desenvolver a liderança na área, é preciso buscar investimentos de maneira a possibilitar que o gestor seja capaz de se desenvolver. Caso não seja possível aumentar o orçamento, uma solução viável é buscar por cursos e capacitações gratuitos ou com um valor acessível.

Tempo

O setor de gestão de pessoas é responsável por uma série de processos dentro da empresa. Dessa forma, os gestores da área podem se sentir sobrecarregados e, com isso, focar mais as atividades operacionais do que o próprio desenvolvimento.

Isso é um erro, uma vez que, conforme o gestor de RH se desenvolve enquanto líder, maiores se tornam a qualidade do trabalho e a produtividade do time como um todo, evitando a sensação de sobrecarga. Dessa forma, é importante enfrentar esse desafio e comprometer-se com o próprio desenvolvimento, separando um tempo para investir nesse aspecto.

Entendimento dos problemas

Outro desafio que a gestão de pessoas enfrenta quando se fala em desenvolvimento de liderança é o entendimento dos problemas que o próprio líder enfrenta. Isso porque, na hora de avaliar o próprio comportamento, o gestor pode sentir dificuldades em identificar as suas próprias limitações e, com isso, entender onde é preciso mudar.

Para enfrentar esse desafio, coletar feedback com o time e os colaboradores da empresa pode ser uma boa solução. Isso porque eles podem ajudar a evidenciar as principais limitações do profissional, o que é normal, uma vez que todo gestor tem pontos fracos. Dessa forma, fica mais fácil entender o foco do problema de liderança no setor.

ebook gestão de telentosPowered by Rock Convert

Aceitação do time

Por fim, um grande problema das mudanças, principalmente quando se fala em liderança, é a aceitação das pessoas que estão ao redor. Dessa forma, para enfrentar esse desafio, é importante conscientizar a equipe da relevância das transformações a serem implementadas para os bons resultados do setor de gestão de pessoas e da empresa como um todo.

As vantagens em desenvolver a liderança

Apesar de todos os desafios, existem diversas vantagens em desenvolver a liderança e gestão de pessoas. Isso porque um verdadeiro líder é capaz de incentivar e motivar os empregados, envolvendo-os verdadeiramente no trabalho. Eles entenderão a importância do que fazem e conseguirão dar o seu melhor na organização, o que reflete em melhores índices de produtividade e no clima organizacional.

Um bom gestor também consegue conduzir processos, administrar prazos e coordenar os funcionários com competência. Isso reflete em um melhor aproveitamento dos profissionais já contratados, evitando gastos com processos seletivos que, muitas vezes, não trazem os resultados desejados.

Pesquisas mostram que quando os empregados pedem demissão, eles não estão deixando a empresa, mas, sim, seus chefes. Uma boa liderança propicia uma maior retenção de funcionários e de altos índices de engajamento.

Portanto, para entender melhor esses benefícios, descubra, agora, como a empresa e os colaboradores podem usufruir das vantagens:

  • aumento na motivação da equipe e no engajamento dos colaboradores com as suas atividades;
  • melhora do clima organizacional;
  • aumento da produtividade, tanto do time de gestão de pessoas quanto dos colaboradores da empresa;
  • redução dos índices de rotatividade;
  • melhoria nos processos de gestão de pessoas e na atuação do setor dentro da empresa;
  • inspiração, por parte de um bom líder em gestão de pessoas, para os outros gestores da empresa também adotarem uma liderança positiva.

O desenvolvimento da liderança para fazer a gestão de pessoas

Agora que você já sabe da importância de investir no desenvolvimento da liderança na gestão de pessoas e dos desafios que precisam ser enfrentados nesse momento, é hora de entender como fazer isso. Descubra, agora, as nossas dicas de ouro nesse aspecto!

Invista no autoconhecimento

O primeiro passo para o desenvolvimento da liderança é o autoconhecimento. Isso porque o líder precisa entender muito bem quais são seus principais pontos fortes e suas potencialidades, de forma a investir no desenvolvimento delas para que se tornem um diferencial dentro da empresa.

No entanto, ele também precisa ter clareza das suas limitações e de seus pontos fracos, de forma a investir em treinamentos e capacitações capazes de eliminá-los. Também é importante que ele entenda qual o seu estilo de liderança, para identificar a melhor forma de colocar isso em prática dentro da empresa.

Desenvolva uma boa comunicação

Uma boa comunicação é primordial para que a liderança possa ser realizada e fazer a diferença. É importante passar as ideias com clareza, deixando espaço para dúvidas e sugestões da equipe. A transparência é outro fator importante para um bom relacionamento entre líder e funcionário, melhorando o clima organizacional e, consequentemente, o engajamento.

Crie uma cultura de confiança

Se, há alguns anos, o líder era visto como alguém que inspirava medo, uma vez que aplicava punições aos colaboradores que não realizavam as suas atividades da forma como era desejado, hoje, a situação mudou. O líder da atualidade precisa estabelecer uma relação de confiança com o time.

Isso significa que os colaboradores precisam confiar nas atividades delegadas pelo líder e nas instruções que ele passa. O líder também precisa confiar no time, de forma a dar autonomia para que os profissionais escolham a melhor forma de realizar as suas tarefas dentro da empresa.

Tenha senso de organização

O senso de organização é outra competência importante na hora de desenvolver a liderança. Isso porque um líder organizado é capaz de passar as tarefas para seus funcionários de forma mais precisa e direta. Ele consegue transmitir as expectativas de maneira clara e sem ruídos, acompanhando a performance da equipe de perto e apontando os direcionamentos.

Desenvolva uma postura empreendedora

Muitas pessoas confundem o empreendedorismo com a capacidade de abrir o próprio negócio. No entanto, a postura empreendedora dentro de uma organização — o chamado intraempreendedorismo — também é essencial para que o líder seja capaz de inspirar os colaboradores e adotar as mudanças necessárias para que o negócio cresça e desenvolva-se.

Portanto, um bom líder deve adotar uma postura empreendedora. Além disso, também é importante que ele seja capaz de inspirar o seu time a também buscar por soluções inovadoras e fora da caixa para os problemas encontrados no setor.

Entenda que é preciso saber ouvir

Um dos aspectos mais importantes de uma boa liderança é saber ouvir os funcionários, estar aberto às ideias e às sugestões, dar espaço para conversas e deixar a equipe à vontade. Essa postura produz um ambiente mais confortável, em que subordinados e gestor têm espaço para crescer.

Tenha senso de responsabilidade

Ao assumir um cargo de liderança, o profissional passa a responder por tudo que acontece na equipe, seja positivo, seja negativo. Ele também precisa saber lidar com cobranças e pressionar as pessoas da maneira correta, criando estímulos sem provocar um estresse prejudicial.

ebook gestão de telentosPowered by Rock Convert

Também é importante conhecer os limites e as competências de cada um, para saber manejar os talentos e atuar de acordo com a capacidade e os conhecimentos individuais.

Utilize ferramentas de apoio

O uso de ferramentas que sirvam de suporte na gestão de talentos vai fazer toda a diferença. Um software TMS, capaz de organizar avaliações de desempenho, resultados e competências de funcionários, auxilia no exercício de uma boa liderança.

Apoios como esse fornecem uma visão ampla dos talentos à disposição e das metas a serem alcançadas, assim, o gestor fica livre para desenvolver sua liderança e lidar com os fatores humanos e estratégicos, o que aumenta as chances de sucesso da equipe.

Portanto, como você pôde perceber, desenvolver a liderança para fazer a gestão de pessoas é essencial, tanto para o trabalho no setor de RH quanto para a empresa como um todo. Apesar dos desafios, é importante que você invista nesse setor de forma a capacitar os gestores de RH a adotarem uma liderança positiva, baseada em confiança e capaz de inspirar os membros do time a darem o melhor de si para a organização.

E você, como vai aplicar essas mudanças na sua empresa? Compartilhe este post nas redes sociais para que mais pessoas também possam aproveitar essas dicas!