O que é Avaliação Parcial e sua importância na Gestão de Pessoas

2021-01-28T11:56:21-02:0011 janeiro, 2021|Gestão de Pessoas|

A Avaliação Parcial é uma das formas de avaliar o desempenho de seus colaboradores e contribuir para o desenvolvimento deles antes das avaliações anuais ou semestrais. Quer saber como ela funciona, por que a aplicar e suas vantagens? Nós preparamos esse artigo para você.

Por que avaliar seu colaborador?

A responsabilidade de atrair, selecionar e desenvolver talentos é uma das responsabilidades do setor de recursos humanos. O que por si só é uma grande responsabilidade, por outro lado é também uma grande possibilidade de promover a transformação de uma equipe e gerar resultados exponenciais para a organização. Além disso, outro benefício é a participação do processo de crescimento profissional das pessoas.

Mas para dar conta desse desafio, o setor de recursos humanos precisa contar com as ferramentas adequadas para conhecer, intervir e direcionar as expectativas do colaborador. Sendo assim, alinha tudo isso aos valores da empresa, de forma a garantir o sucesso do negócio.

Avaliar o desempenho de seus colaboradores é de extrema importância para garantir que sua equipe entenda os valores da empresa. Assim, desenvolve o rumo ao cumprimento das metas que envolvem seu negócio. Nessa avaliação parcial o setor de recursos humanos irá colher informações necessárias para medir não só as competências técnicas, mas também as comportamentais de seus colaboradores e seu nível de envolvimento com as atividades que executam.

Nós já te apresentamos aqui, algumas ferramentas de grande importância para avaliar o desempenho de seus gestores e colaboradores como por exemplo a Avaliação 360 graus. Uma ferramenta altamente eficaz, no conhecimento dos pontos fortes e fracos de sua equipe, capaz de gerar feedbacks poderosos.

E o que é essa Avaliação Parcial?

A avaliação parcial é uma opção mais simples e focal para medir a resposta do seu colaborador ao feedback gerado com as avaliações anuais. A partir disso, gerar pequenos feedbacks que irão contribuir para o acompanhamento de seu desenvolvimento.

Menos elaborada, ela pode aplicar de acordo com a periodicidade estabelecida pelo setor de recursos humanos. De forma que, comportamentos rotineiros possam ser ajustados em menor prazo. Seu objeto é negociar padrões de desempenho de forma à estabelecer padrões compatíveis com o perfil de seus colaboradores e adequados ao cumprimento das metas organizacionais.

Quando aplica?

O período de aplicação da avaliação parcial deve definir-se levando em consideração o que se espera da equipe e a que tipo de programa de valorização está atrelada sua avaliação anual. O ideal é que aplique-se a avaliação parcial a cada dois ou três meses, ou no máximo a cada seis meses. De forma que, eventuais desvios de comportamento ou deficiências técnicas possam ser identificados e corrigidos até a avaliação anual.

guia avaliação de desempenho

E quais suas vantagens?

Dentre as inúmeras vantagens de implantação da avaliação parcial no seu processo de Gestão de Pessoas estão:

1 – Não precisar esperar a avaliação para corrigir eventuais desvios comportamentais

Em primeiro lugar, entre as maiores vantagens está em não esperar a avaliação anual para corrigir sua equipe ou prepará-la para o crescimento da empresa.  Aplicar uma avaliação parcial permite que os gestores identifiquem pontos de melhoria para trabalhar em cada colaborador.

2 – Favorecer a cultura de feedback

Essas avaliações permitem que pequenos feedbacks possam ser dados, evitando a ansiedade em torno do feedback gerado pela avaliação anual. O resultado disso é uma equipe aberta as mudanças, acostumada a receber feedbacks e que trata com naturalidade as correções necessárias para seu desenvolvimento.

3 – Diminuir possibilidade de erros nas promoções

A aplicação de uma avaliação parcial melhora a percepção de desenvolvimento de seus colaboradores. Sendo assim, evita que sua equipe perca a oportunidade de receber reajustes salariais e promoções vinculadas a esta, por desconhecer suas deficiências ou só tomar conhecimentos destas na avaliação anual.

4- Custos

A avaliação parcial, por ser um tipo de avaliação que tem um custo menor para a organização, é possível conciliar ela com as avaliações anuais. E não estamos falando só do custo financeiro, mas também do tempo necessário para sua preparação e adequação ao perfil da sua organização.

Portanto, no período que existe entre uma avaliação anual e outra, é necessário que seu colaborador passe pela avaliação parcial, tenha acompanhamento e receba feedbacks periódicos. Sendo assim, irão otimizar o processo de desenvolvimento e dessa forma contribuir para resultados mais significativos em sua carreira profissional. E é aqui que entra a avaliação parcial.

5 – Contribuir para a manutenção da confiança interpessoal

Com a aplicação da avaliação parcial e a inserção de pequenos feedbacks na rotina organizacional, além de fazer com que a relação colaborador-gestor seja mais transparente e propiciar um ambiente de confiança entre ambos, você fortalece sua marca empregadora. Sendo assim, cria uma equipe comprometida com os resultados da organização.

O resultado disso é uma equipe mais cooperativa, focada em resultado, com maior comprometimento com a inovação e criatividade no desenvolvimento de suas atividades.

Conclusão

Em suma, implantar a avaliação parcial antes da avaliação anual, favorece o desenvolvimento de sua equipe e faz parte de uma série de ações que promovem o Employer Branding de sua empresa e o fortalecimento da cultura corporativa.

Ela serve para promover tanto o desenvolvimento de subordinados, quanto de gestores.

Se um dos maiores desafios do setor de Recursos Humanos é desenvolver uma equipe de alta performance e colocar sua marca em lugar de destaque no mercado, essa é apenas uma das ferramentas que auxilia sua empresa nesse processo.

Salientamos aqui a importância do cuidado na utilização dessas avaliações. O objetivo é direcionar o processo de autoconhecimento e desenvolvimento de seus colaboradores e gestores e nunca o de criar repreensões e punições. Já que esse tipo de comportamento pode gerar a desmotivação e consequentemente a queda de produtividade de sua equipe.

Agora que você já sabe o que é a avaliação parcial e sua importância na Gestão de Pessoas, se você gostou do nosso conteúdo, compartilha em suas redes sociais.

E se você precisa de ajuda para implementar ferramentas de avaliação de desempenho de equipe na sua empresa, entre em contato conosco. A equipe da SER está preparada para te auxiliar na escolha das melhores ferramentas em Gestão de Pessoas. De forma, a transformar seu setor de Recursos Humanos e trazer resultados exponenciais para sua empresa.

2 Comentários

  1. Anna Barros 26 de janeiro de 2021 em 11:44- Responder

    Sem duvidas um dos assuntos mais importantes em nossas reuniões deve ser a gestão de pessoas e de equipe, sempre que posso estou pesquisando sobre o assunto até que encontrei uma empresa especializada nesse assunto que esta mudando completamente nosso modo de ver as coisas em equipe sempre aconselho meus amigos a fazer o mesmo e contratar uma equipe para auxiliar nas reuniões. Ótima matéria sobre o assunto.

    • SER 3 de fevereiro de 2021 em 16:33- Responder

      Olá Anna, que bom que gostou 🙂
      Continue acompanhando nosso blog que sempre estamos trazendo novidades.

      Abraço!

Deixar um comentário

Ir ao Topo