Campanhas hiper-locais: como impactar consumidores a 100 metros de distância

2019-05-14T10:28:50-02:0023 outubro, 2018|Gestão de Pessoas|

Um dos principais desafios no varejo é definir qual a melhor região para lançar uma campanha de marketing. A internet tornou possível divulgar uma marca para pessoas que estão do outro lado do mundo em questão de instantes e com precisão cirúrgica, devido a criação dos hiper-locais. Não somente divulgar, mas saber qual o índice de engajamento e rejeição do público com relação aquele conteúdo.

Se por um lado o compartilhamento instantâneo de conteúdos é um grande aliado para o varejo, por outro pode fazer com que as marcas tentem dar um passo maior que a própria perna, tentando alcançar o maior número de pessoas possível com ações pouco precisas, que não impactem diretamente nenhum tipo de público específico.

Há quem diga que a internet aproxima as pessoas que estão longe, mas afasta as que estão perto, independente do seu ponto de vista sobre essa frase, vamos pensar nela em outro contexto, no varejo, quantas pessoas não conhecem uma infinidade de lojas de diferentes cidades e até de outros países, mas não sabem sobre as lojas que estão próximas às suas casas ou ao local de trabalho?

Não que a variedade de opções seja algo ruim, muito pelo contrário, é um dos grandes avanços do mercado atualmente, no entanto, o que fazer para impactar o público que está próximo ao seu comércio, e se destacar em meio a tantos outros concorrentes? Continue conosco e saiba mais sobre este assunto.

Marketing por geolocalização

Antes mesmo de se abrir um comércio, uma das grandes questões a ser pensada é a localização da loja. Diversos aspectos são considerados para isso, facilidade de acesso, concorrência, movimento de pessoas, são muitas as preocupações.

A posição física da loja é importantíssima para a realização de campanhas de marketing. Por exemplo, se você tem uma loja de móveis em São Paulo, não faz sentido direcionar propagandas para região Norte, por exemplo. Neste caso, estamos considerando apenas vendas presenciais, sem possibilidade de compras pela internet.

O marketing por geolocalização consiste exatamente neste ponto, direcionar campanhas para regiões definidas estrategicamente, tornando as ações mais precisas.

Existem muitas maneiras de se abordar possíveis consumidores através de sua localização. Por exemplo, ao entrar em um shopping você recebe uma notificação em seu smartphone dizendo que sua loja favorita está com promoções.

A localização precisa nos smartphones é uma grande aliada para este tipo de campanha. Veja nosso post sobre o impacto de tecnologias no varejo.

Conheça a metodologia desenvolvida pela SER para
melhorar os processos no seu varejo

Campanhas hiper-locais

Também conhecida como marketing de busca local, as campanhas hiper-locais têm como objetivo impactar pessoas que estão próximas ao seu PDV, mais precisamente em um raio de 100 metros.

Devido à proximidade geográfica da marca com o público em que a campanha é direcionada, a probabilidade de fidelizar futuros compradores, e torna-los consumidores frequentes é maior.

Outra vantagem de se alcançar um público próximo ao estabelecimento, é que sua loja se torna a primeira opção para os consumidores conhecerem melhor os produtos que desejam comprar.

Por exemplo, para uma loja de calçados, vamos imaginar que você viu um modelo de tênis na internet que deseja comprar, o preço está interessante e a loja é confiável, parece que é o cenário perfeito para a compra, certo?

Mas, e se houver uma loja física bem próxima de você, onde seja possível ver pessoalmente o produto, experimentar e ter certeza que é isso mesmo que você deseja? Melhor conferir antes, não é?!

A tentação em sair da loja com o produto é maior do que comprar pela internet e esperar até a entrega, por isso, nesse momento se cria uma oportunidade de conquistar um novo cliente, e convencê-lo de que é melhor comprar o produto na sua loja.

Lembre-se que é importante entender os motivos que levam os clientes a comprarem em outras lojas, preço, garantia, atendimento podem ser as razões. É bom ter esse feedback para saber quais pontos a melhorar.

Se o primeiro contato com o público for agradável, é bem provável que ao descobrir um novo produto o cliente voltará ao seu comércio para avaliar pessoalmente e decidir se vale a pena.

Como impactar esse público

É importante estudar sobre a região em que o PDV está localizado e reunir o máximo de informações relevantes possíveis, como, horário de maior fluxo de pessoas, média de idade, comércios das redondezas, todos esses dados serão úteis para criar campanhas direcionadas para essa área.

Não basta somente atrair o público para o seu PDV sem causar uma boa impressão nesses futuros compradores. O primeiro contato com a loja é um momento crucial que pode definir se será uma relação de longo prazo ou de rejeição.

O aspecto visual é muito importante nesse sentido, para isso é essencial se atentar a todos os detalhes referente ao PDV, incluindo fachada, organização, decoração e limpeza. O objetivo é fazer com que o público se interesse pela sua loja.

A abordagem da equipe de vendas também é um diferencial nesses casos, ter uma equipe de vendas preparada que consiga cativar os clientes é um ótimo começo para construir um bom relacionamento com o público.

De fato, existem muitos benefícios nas campanhas hiper-locais, não há uma prática específica que determine se ela terá sucesso, mas é correto afirmar que quanto mais você estudar sobre o público de sua marca e a região que ela se encontra, maiores serão as possibilidades de dar certo.

E então, este artigo foi útil para você? Não deixe de conferir os outros textos do blog e seguir a SER nas redes sociais. Conheça também a ferramenta Casting e saiba como gerenciar a performance da equipe de vendas.