Aplicação de testes psicológicos : Conheça os benefícios

2021-04-01T08:41:08-03:0015 fevereiro, 2018|Estratégia Corporativa|

Excelente opção para o recrutamento e gestão de sua equipe, a aplicação de testes psicológicos tem sido utilizada por inúmeras empresas. Entenda para que servem e seus benefícios.

Certamente, o departamento de recursos humanos de uma empresa é responsável não só pela contratação de funcionários eficientes, mas também pela avaliação dos colaboradores que já estão em uma organização.

A fim de ter uma equipe eficiente é uma estratégia de crescimento e valorização do negócio.

E para desenvolver uma equipe de alta performance, é preciso que o setor de recursos humanos selecione o perfil correto. Sem, no entanto, deixar de investir no aperfeiçoamento daqueles que já estão dentro da organização.

Nesse sentido, uma das principais ferramentas para essa tarefa são os testes psicológicos. Afinal, eles podem fornecer aspectos confiáveis de avaliação humana.

E sua utilização é possível não só nos processos de atração e seleção. Eles também podem ser aplicados no desenvolvimento e capacitação da equipe, além de programas de qualidade de vida e saúde.

Quer entender sua importância e como utilizá-los na sua organização? Acompanhe esse material que preparamos para você!

O que são os testes psicológicos?

Os testes psicológicos são uma ferramenta de identificação e interpretação de traços subjetivos. A partir da aplicação destas ferramentas é possível mensurar e interpretar construtos cognitivos, psíquicos e emocionais de um sujeito.

Vale ressaltar que sua aplicação é vedada à profissional não psicólogo.

E mesmo esses profissionais, no exercício de suas atividades, devem buscar formação adequada à aplicação de testes. E dessa forma assegurar seu manuseio correto.

Assim, evita-se a interpretação equivocada. E nesse sentido, o profissional garante um processo justo e ético para todos os avaliados.

Testes psicológicos para avaliação de colaboradores

A aplicação de testes psicológicos garante que os melhores funcionários façam o seu trabalho com a melhor qualidade.

Essa é uma ferramenta especialmente concebida para tornar a seleção e avaliação de recursos humanos mais abrangentes para os novos candidatos, funcionários e a organização.

Em outras palavras, testes psicológicos podem oferecer informações mais completas sobre os funcionários de uma empresa. Já que podem mensurar aspectos do perfil psicológico dos colaboradores.

Assim sendo, os resultados mostram as habilidades técnicas e de comunicação de um empregado e uma leitura mais aprofundada de sua personalidade e características individuais.

Em síntese, esses dados fornecem à empresa informações mais amplas sobre a estabilidade emocional e mental de cada colaborador e funcionam como um instrumento de avaliação.

A partir daí, o desempenho dos funcionários é um aspecto que pode ser favorecido.

Pois, uma vez que os conhecimentos e habilidades específicas de um colaborador são devidamente traçados, é possível entender quais atividades ele pode realizar de forma mais eficiente e qual cargo realmente deve ocupar.

O bom desempenho também aponta funcionários potencialmente aptos para ocupar cargos de gerência no futuro.

Além disso, a aplicação dos testes também pode reduzir a rotatividade de funcionários. Se os colaboradores têm um melhor desempenho, é mais provável que eles também estejam psicologicamente satisfeitos. Empresas sempre querem manter os funcionários mais competentes a bordo.

Como resultado, com as habilidades citadas anteriormente devidamente identificadas, é possível distribuir tarefas que deixarão os colaboradores mais contentes com a organização.

ebook remuneração

Testes psicológicos para recrutamento e seleção

Com toda a certeza, identificar potenciais funcionários que satisfaçam os requisitos de uma vaga e se encaixem dentro de uma cultura organizacional é um processo complexo.

Portanto, fazer uso de aplicação de testes psicológicos nesse momento é uma boa alternativa para apontar os candidatos mais adequados.

Nesse sentido, existem vários testes que indicam aspectos diferentes do comportamento de um funcionário. Por meio deles é possível analisar o calibre mental de um candidato.

E assim sendo, entender se ele tem a capacidade cognitiva e comportamental para desempenhar um trabalho específico.

Além disso, o método torna possível a detecção de detalhes da estabilidade emocional, atitudes sociais e vários traços de caráter do aspirante à vaga. Os resultados serão fundamentais para a contratação e distribuição de tarefas.

No entanto, é importante ressaltar que a aplicação de testes psicológicos não toma o lugar da entrevista em um processo seletivo. As duas alternativas são complementares.

Mas o profissional encarregado desse processo precisa ter sensibilidade para unir essas duas ferramentas. E com isso tirar o melhor proveito delas para o processo de recrutamento e seleção.

Testes psicológicos em programas de qualidade de vida e saúde

Os programas de qualidade de vida e saúde nas organizações vem sendo amplamente divulgados e implementados.

Isso porque as organizações deixaram de ver o colaborador somente como força de trabalho. Como parceiros do negócio, uma das principais mudanças foi a visão do colaborador como sujeito biopsicossocial. E, portanto, é necessário entender e intervir em suas fragilidades.

Em outras palavras, a aplicação de testes psicológicos nesse sentido, é capaz de identificar fragilidades que podem exigir do setor de recursos humanos, intervenções mais abrangentes.

Como a possibilidade de identificação de possíveis quadros de adoecimento emocional e psicológico, como depressão, síndrome de burnout, ansiedade e até possíveis transtornos de personalidade.

Ressaltamos aqui que a identificação de fragilidades não tem como intuito a punição ou desligamento desse colaborador.

Principalmente no que tange os programas de qualidade de vida e trabalho.

Fragilidades emocionais e psicológicas colocam o setor de recursos humanos na rota de uma intervenção humanizada. Que busque preservar a intimidade do sujeito sem, no entanto, desconsiderar seus potenciais como profissional.

Dessa forma é possível oferecer apoio psicológico, social e até médico.

Em resumo, essa se torna uma ferramenta de engajamento e valorização do colaborador. A partir desse tipo de intervenção, a empresa sinaliza para o colaborador, sua importância como parceiro do negócio.

E assim, ganha sua confiança e aumenta seu nível de satisfação e engajamento.

Comprovadamente, funcionários que se sentem pertencentes a organização, se tornam defensores desta. E atuam com muito mais responsabilidade na busca de resultados e alcance dos objetivos organizacionais.

ebook remuneração

E quais as vantagens da utilização de testes psicológicos?

Conforme apontamos, a aplicação de testes psicológicos são ferramentas que complementam outros processos em Gestão de Pessoas.

Preparam e validam eles para identificar de maneira quantitativa e qualitativa uma série de aspectos da personalidade. Só identificarão muitos desses aspectos no convívio com o colaborador.

Dessa forma é possível apontar como benefícios:

  • Avaliação de personalidade completa
  • Análise dos perfis comportamentais e sua compatibilidade com os cargos disponíveis;
  • Levantamento de hipóteses que exijam intervenção psicossocial do RH;
  • Mapeamento de pontos fortes e pontos de melhoria.

Nesse sentido, a aplicação de testes psicológicos evita a rotatividade de colaboradores devido a contratações equivocadas.

Já no que tange sua utilização nos processos que envolvem funcionários já contratados, sua eficiência é comprovadamente grande.

Sua utilização nos processos de recrutamento interno, permitem que o setor de recursos humanos faça movimentações de cargo e função com mais segurança. Isso aumenta o nível de confiabilidade dos gestores no RH.

Por outro lado, para os colaboradores, a partir da mensuração dos resultados e feedback, eles podem ter acesso a informações que nortearão seu desenvolvimento de carreira.

Certamente, a aplicação de testes psicológicos nos processos sensíveis de Gestão de Pessoas, tornam esses processos mais humanizados.

Porque eles não têm o intuito de segregar ou penalizar o colaborador. Pelo contrário, sua importância está exatamente no respeito as diferenças.

Ou seja, na capacidade do setor de recursos humanos de entender quais características de personalidade podem ser mais bem aproveitadas e em quais posições na organização.

Concluindo

Em resumo, a aplicação de testes psicológicos representa uma ferramenta valiosa para muitas organizações. Ao passo que são utilizados como uma estratégia de recrutamento, eles também fornecem resultados da equipe atual, garantindo a formação de um time eficiente e o desenvolvimento de carreiras e lideranças.

O desafio é garantir que os testes selecionados sejam eficazes e usados adequadamente. Ou seja, os profissionais de recursos humanos têm a responsabilidade ética de reconhecer e recomendar testes apropriados e supervisionar a administração e interpretação de seus resultados.

Para isso os Conselhos de Classe em Psicologia mantem uma relação atualizada de testes validados para uso no Brasil e aqueles que estão impedidos de serem comercializados.

Dessa forma, é importante que o psicólogo, em sua atuação nas organizações, se mantenha atualizado dessas informações e busque capacitação para a aplicação e interpretação desses testes.

Em suma, a aplicação responsável e ética de testes psicológicos nos processos ligados à Gestão de Pessoas possuem alto poder de otimização desses processos.

Ele se torna uma forma segura de embasar as decisões ligadas aos processos de gestão e desenvolvimento de colaboradores. E com isso coloca sua organização em rota de crescimento e transformação cultural.

Conseguiu entender um pouco mais sobre a aplicação de testes psicológicos? Então assine a nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades do universo dos Recursos Humanos.

E se você ainda não conhece nossas soluções tecnológicas em Gestão de Pessoas, entre em contato com a SER. Nossos consultores vão te apresentar ferramentas capazes de transformar seu setor de recursos humanos.

Aproveita e compartilha esse material em suas redes sociais!

Deixar um comentário

Ir ao Topo