Gestão do Conhecimento – Pessoas e Tecnologia, um bom negócio

2019-05-10T12:41:43-03:0014 setembro, 2012|Estratégia Corporativa, Tecnologia para RH|

A Gestão do Conhecimento e as mudanças

Hoje recebemos informações de tudo o que é lado, de todas as direções. Seja pelos jornais, TVs, revistas, Internet, rádio do carro, painéis luminosos e até pelo celular. Ou seja, recebemos uma carga enorme de dados de todos os tipos, informações sobre os mais variados assuntos o tempo todo. Estamos absorvendo tudo isto, mas estamos adquirindo conhecimento?

De outro lado, as empresas estão percebendo que possuir este conhecimento pode ser um diferencial,  pode estabelecer a tal vantagem competitiva que tanto ouvimos falar. Muitos funcionários estão se aperfeiçoando, adquirindo o “capital intelectual”, ou seja, criando, mudando, transformando a empresa, o mercado, a sociedade. Este é um processo dinâmico e de mudança contínua.

As  empresas precisam investir mais em seus funcionários, especialmente os talentosos. Elas devem observar o surgimento de um novo tipo de funcionário que quer ganhar o seu espaço através do seu talento e da especialização. É esperado neste século que as empresas evoluam muito devido ao conhecimento adquirido e gerenciado, preparando-se para as mudanças que virão, muito rápidas e nem sempre previsíveis.

Vem o conflito entre o capital e o talento. Quem vence? Não se pode perder o desejo contínuo de adquirir conhecimento, principalmente porque estamos na era da velocidade da informação. O capital intelectual passa a ser um diferencial, ou seja, temos que investir continuamente no aprendizado, pois ele virou condição de sobrevivência num mundo tão competitivo.

Aprenda passo a passo a escolher um
Modelo de avaliação e como implantá-lo!

ebook_desempenho
cta_baixe_ebook_gratis_azul

Assim a Gestão do Conhecimento traz mudanças nas empresas, propondo a implementação de processos ágeis e simples, para que o conhecimento seja registrado e disponibilizado à todos. É saudável compartilhar informações. É a ordem.

Já li que Gestão do Conhecimento é inteligência coletiva. Isto nos faz pensar nesta Era do Conhecimento, em que a empresa modifica rapidamente seus processos, sua forma de atuar, de ganhar dinheiro, de mudar rapidamente para atender as solicitações de mercado, como um camaleão em constante  mudança de cor. Estas mudanças são claramente observadas nas relações das empresas com o mercado, com seus fornecedores e com seus funcionários. Estão no dia-a-dia dos jornais e dos meios de comunicação em geral.

Um mundo menor – informações disponíveis para todos

Hoje as empresas precisam apoiar estas iniciativas que fazem o mundo menor, que fazem com que as fontes do conhecimento cheguem aos interessados de forma rápida, segura e formatada. O usuário precisa da informação acessível em qualquer lugar e não necessariamente em seu local de trabalho.

Existem informações que nos idos dos anos 70 as pessoas sozinhas dominavam 75% do  conhecimento das Organizações e o restante era inteligência coletiva. Hoje o quadro se inverteu praticamente.

Os avanços da Tecnologia

Os avanços da tecnologia tem sido tão grandes e de tal maneira que confesso, às vezes, não é fácil acompanhar tudo. Vamos tomar por exemplo as mudanças nas comunicações, olhem para 10 anos atrás e comparem com o cenário hoje. Parece que não há tempo a perder.

Fica claro que estamos lidando com um novo tempo e novas relações estão aí em nossa frente e temos que entender tudo isso. Já estamos presenciando mudanças nos modelos tradicionais de negócios e nas relações de trabalho-empregado, escola-aluno, cidadão-governo e muito de Gestão do Conhecimento nisto tudo.

O que estamos assistindo é uma ruptura dos padrões das Organizações, transformação da economia e de seus fundamentos, surgimento de novos modelos de produção e um aumento da velocidade de acesso as informações.

Podemos citar alguns exemplos de setores que utilizam intensamente o Conhecimento e com isso aumentaram o seu valor de mercado: indústria farmacêutica, produtos e serviços de TI, Serviços de negócios, eletrônica, etc. Exemplos de empresas? Anote aí: Coca-Cola, Nike, GE, IBM, Microsoft, Sony, Phillip Morris, Natura, Pfizer e muitas outras.

Aprenda passo a passo a escolher um
Modelo de avaliação e como implantá-lo!

ebook_desempenho
cta_baixe_ebook_gratis_azul

Conclusão

Podemos notar que o sucesso de muitas empresas é dado pela vantagem competitiva obtida exatamente pelo uso deste Conhecimento, pois o capital intelectual acumula e gera riquezas, cria “competência” e resultados.

Não podemos nos esquecer que conhecimento e colaboração andam juntos.  E que é importante padronizar dados e informações para que estes possam ser facilmente trocados entre todos.

E que “conectar”  pessoas é o mesmo que inovar, reusar, criar, juntar conhecimento tático com explicito para melhorar o desempenho e acesso rápido. Isto resulta em bons negócios!

Não importa aonde está o conhecimento ou mesmo o seu formato, o mundo percebeu que o Conhecimento virou chave para as empresas crescerem através de vantagem competitiva.

Para a Gestão do Conhecimento, uma tecnologia pode ser considerada útil se promover a integração das pessoas. Mais ainda se ela ajudar a criar as redes “globais”, concatenando as informações e ajudando a dividir o conhecimento entre todos, ou seja, de forma a ajudar a evolução da empresa.

É importante também que se estimule a pesquisa, discussões, busca de soluções e inovação. Melhor ainda se tivermos disponíveis ferramentas que facilitem isto tudo.

Mas é lógico que usufruir desta nova riqueza, que é o Conhecimento, não é só juntar pessoas, trabalhar em equipe, mudar processos, incrementar tecnologia e pronto.

A maior mudança ainda é a cultural, as pessoas precisam repensar este novo mundo e assumir novos papéis na empresa, compartilhando conhecimento, gerenciando novos processos e trabalhar seu dia-a-dia por mudanças, convivendo com inovações, colaboração e ao mesmo tempo competição, por que não?

 

Por Alexandre Mendes

Para imasters.com.br

 

Leave A Comment

1
Olá, podemos ajudar?
Powered by