Onboarding: conheça as 4 melhores práticas

2019-09-09T09:30:00-03:005 julho, 2018|Gestão de Pessoas|

O processo de Onboarding é crucial para que novos contratados se sintam parte do time, entendam suas tarefas e atuem com máximo desempenho. Confira, agora, as 4 melhores práticas!

No RH, o processo de Onboarding se refere à integração de novos talentos ao ambiente de trabalho para torná-los verdadeiramente parte do time. Em tradução livre, o termo significa algo como “a bordo” ou “no embarque”.

Para que essa integração seja bem realizada, no entanto, é preciso implementar boas práticas, como: apresentar a cultura organizacional, mostrar as instalações da empresa e usar softwares para o treinamento.

Quer saber mais sobre esse processo e como utilizá-lo em sua empresa? Continue a leitura do nosso artigo e aplique as dicas que separamos para você!

Dados e Produtividade entenda essa relação
tão importante para a empresa

cta_baixe_ebook_gratis_azul

1. Apresente a cultura da empresa

É provável que o talento recém-contratado já tenha visto ou ouvido acerca da cultura da empresa, mas agora é hora de mostrar como tudo realmente funciona. Então, apresente as crenças, os hábitos e os valores que são compartilhados no dia a dia.

Essa etapa é uma das mais importantes, pois é crucial que haja alinhamento entre os valores do candidato e a cultura da empresa. Por isso, reserve um bom tempo para fazer a apresentação e eliminar as principais dúvidas do contratado.

2. Mostre as principais áreas e instalações

Em um segundo momento, aproveite para fazer um tour pela empresa e apresentar as principais áreas e instalações. Agora, é a hora do recém-contratado conhecer o ambiente físico, onde fica cada departamento e como tudo funciona.

Nesse momento, o profissional poderá se sentir mais familiarizado com o ambiente. Então, apresente o refeitório, o estoque, o almoxarifado e todas as outras áreas que, de alguma maneira, podem ser úteis a ele.

Dados e Produtividade entenda essa relação
tão importante para a empresa

cta_baixe_ebook_gratis_azul

3. Apresente as pessoas certas

Alguns profissionais de RH querem apresentar todo o quadro de funcionários da empresa para o recém-contratado em um único dia. Obviamente, isso não dá certo. É impossível lembrar de todos e, por isso, o processo de conhecimento deve ser passo a passo.

O ideal é apresentar as pessoas mais importantes para a integração do candidato. Para que isso aconteça, leve-o até seus novos colegas de trabalho, seu superior imediato e aos principais líderes da empresa. Isso será útil para criar vínculos e fazer com que o talento se sinta parte do time.

4. Utilize um bom software de treinamento

Agora que o novo funcionário já conhece a cultura da empresa, as instalações e outros colaboradores, é hora de treiná-lo para executar suas tarefas diárias e entregar ótimos resultados. Para tanto, é importante contar com um software que viabilize e facilite a aprendizagem.

Um ótimo exemplo é o SER Casting, pois ele facilita a gestão de pessoas e aumenta o retorno de investimento sobre treinamentos. Com ele, é possível investir no Mobile Learning, compartilhar pílulas de conhecimento, monitorar o crescimento e ainda incentivar a melhoria contínua no desempenho do novo contratado.

Como você pode perceber, essas são as principais etapas do Onboarding, então é preciso ter atenção e fazê-las com o máximo de excelência. Dessa maneira, o talento poderá se sentir parte do time e de toda a empresa mais rapidamente e, como consequência, entregará grandes resultados.

Gostou do nosso conteúdo? Agora, aproveite para assinar nossa newsletter e receber novos conteúdos sobre gestão de pessoas, liderança e alta performance diretamente na sua caixa de entrada!