Por que as relações humanas são fundamentais para as organizações?

2019-05-20T11:44:59-02:0031 janeiro, 2018|Estratégia Corporativa|

Nossa sociedade vivencia constantes mudanças, o que influencia diretamente no ambiente de trabalho e nas relações humanas. Se antes o poder de contratação estava apenas nas mãos dos recrutadores, hoje a realidade é outra, pois são os colaboradores que decidem onde querem trabalhar, observando a cultura organizacional e responsabilidades da empresa.

A recompensa financeira já não é vista como a única motivação. As pessoas buscam suprir as suas necessidades psicológicas e conquistar a realização pessoal e profissional. Por isso, é preciso ter a consciência da necessidade de uma gestão estratégica focada nas pessoas. Assim, é possível criar condições favoráveis para a construção de um ambiente de trabalho positivo e uma política de benefícios atrativos para atrair novos talentos e reter colaboradores.

Agora que você já viu que é preciso investir no maior patrimônio da sua empresa — os recursos humanos —, que tal descobrir como a estruturação de boas relações humanas no cenário corporativo pode impactar a sua empresa? Confira!

Entenda o que é Gestão de Desempenho
e qual é o real papel do Líder dentro das Organizações!

1. Aumento da produtividade

Com uma política motivacional adequada, as organizações conseguem engajar os colaboradores e aumentar o comprometimento dos mesmos. Com uma condição de trabalho favorável, as pessoas passam a trabalhar mais felizes, aumentando significativamente a produtividade.

Segundo pesquisa da Conference Board, realizada em 2015, o Brasil precisa de três colaboradores para produzir os mesmos resultados gerados por um profissional americano. Isso se justifica pela falta de uma gestão estratégica de pessoal e infraestrutura inadequada. Por isso, vale a pena investir em programas de qualidade no ambiente de trabalho e utilizar ferramentas que permitam a mensuração de desempenho.

2. Fidelização dos colaboradores

O ser humano tem a necessidade de se sentir integrado ao meio, e no ambiente de trabalho essa característica se torna ainda mais evidente. É preciso despertar o sentimento de pertencer, assim os colaboradores atuarão como uma extensão da empresa.

Políticas internas que focam nas relações humanas, perspectiva de carreira e ambiente agradável são elementos que fundamentam tanto a atração como a retenção dos melhores profissionais. Um RH estratégico consegue lidar com equipes heterogêneas, criando ações efetivas para melhorar a qualidade do ambiente de trabalho e fazer com que todos os membros da organização se sintam reconhecidos.

Entenda o que é Gestão de Desempenho
e qual é o real papel do Líder dentro das Organizações!

3. Redução de turnover

O turnover é o índice que visa medir a rotatividade dos colaboradores. Ele mede o giro de entradas e saídas. Se o índice de saídas de colaboradores for muito alto, isso acaba gerando muitos gastos para a empresa. Além disso, existem outros custos para a seleção e contratação de um colaborador substituto.

Em qualquer segmento é essencial analisar e avaliar as estratégias de gestão de pessoal, a fim de reduzir as taxas de turnover, pois esses números dependem basicamente da forma de administração e motivação de pessoal, impactando diretamente nas relações humanas e na produtividade.

Portanto, o departamento de recursos humanos precisa atuar de forma estratégica e integrada com os demais departamentos da empresa, para que a cultura organizacional tenha foco nas relações humanas, criando formas de reconhecer, estimular e valorizar as pessoas, fazendo com que elas sintam prazer em fazer parte da empresa.

Gostou do artigo? Assine a nossa newsletter e receba conteúdos semelhantes!

Deixar Um Comentário