Gestão de talentos: Conheça os maiores desafios

2020-04-06T12:28:45-03:0028 novembro, 2016|Talent Management|

Após entrevistar quase 5 mil executivos de RH por todo o mundo, um estudo do Boston Consulting Group apontou que o maior desafio encontrado por esses profissionais é a gestão de talentos. Ainda segundo a pesquisa — matéria da revista Galileu — conforme as empresas vão crescendo, existe uma grande dificuldade de integrar diferentes culturas e alinhá-las para um caminho comum a todos.

Para que você também não sofra com esse problema, veja alguns dos maiores desafios da gestão de talentos no nosso artigo de hoje:

1. Integrar um novo talento sem minar seu potencial

Toda organização possui uma cultura, que diz respeito a crenças, valores, hábitos e comportamentos compartilhados por seus membros. Porém, como muitos outros elementos que fazem parte desse universo, a cultura organizacional beneficia em alguns momentos e, também, pode prejudicar em outros.

Dependendo do perfil do colaborador e da cultura da empresa, pode haver uma incompatibilidade em diferentes graus. Se, por exemplo, há um excesso de formalidade entre líderes e liderados e o novo integrante da equipe está acostumado com relações mais horizontais, provavelmente, ele sentirá essa diferença e ela poderá gerar insatisfação e atrapalhar seu rendimento.

Como evitar isso? Para lidar com essa questão, toda empresa precisa abrir canais alternativos de comunicação, independentemente do seu estilo, oferecendo instrumentos modernos. Além disso, uma integração eficiente desde o começo é essencial, pois diminui esses pequenos abismos que podem ir se formando ao longo do tempo.

ebook gestão de telentosPowered by Rock Convert

2. Uma gestão de conflitos eficaz

Conflitos são inevitáveis quando falamos em equipes de trabalho. Em certo grau, ele é considerável ou até mesmo saudável e importante, uma vez que cria espaço para o diálogo e, consequentemente, para melhorias. O conflito é uma oposição no campo das ideias ou, até mesmo, um embate de interesses. Portanto, um desafio constante nas empresas é a mediação e a resolução desses conflitos.

Existem maneiras de lidar com um conflito que vão desde uma centralização por parte de um mediador — que pode ser o próprio gestor — até um modelo mais próximo da autogestão, que transfere a responsabilidade para os colaboradores. Diante disso, é possível buscar um equilíbrio entre essas duas modalidades.

A gestão deve sempre buscar a identificação de causas e de suas possíveis soluções. Para uma gestão de conflitos equilibrada, a empresa pode lançar mão dos seguintes recursos:

  • ferramentas de feedback
  • ​instrumentos de comunicação interna
  • diagramas e metodologias de identificação de conflitos
  • técnicas de confrontação, etc.

3. A gestão de talentos deve reter e diminuir o turnover

Esse é um desafio com o qual líderes se deparam muitas vezes ao longo de suas carreiras. É comum que empresas invistam em seus colaboradores, promovam treinamentos, conhecimento, aumentem sua bagagem e, posteriormente, os percam. Isso acontece porque não é apenas o treinamento que retém talentos.

Quanto maior for a qualificação do profissional, mais possibilidades de escolha ele passa a ter, devido a seu valor no mercado aumentar também. Logo, a empresa precisa verificar o que ela oferece ao seu colaborador depois que ele alcança um nível de capacitação superior, incluindo melhores condições de trabalho, ambiente adequado, benefícios, remuneração, qualidade de vida, função estratégica, realização pessoal e profissional, etc.

Um alto índice de turnover é sempre um alerta para empresas e líderes.

Esse conteúdo te ajudou a entender mais sobre a gestão de talentos? Que tal compartilhá-lo com seus amigos e começar a se tornar um multiplicador de conhecimento nas suas redes sociais?

Deixar um comentário