A mensuração de dados do RH podem ser utilizados para tomar decisões estratégicas e otimizar todo o departamento. Mas é preciso saber como fazê-lo adequadamente!

A mensuração de dados do RH é algo cada vez mais importante, especialmente para os profissionais que atuam de forma estratégica. As informações consistentes possibilitam tomar importantes decisões, de forma ágil e com exatidão.

Entretanto, conhecer os erros mais comuns desse processo e saber como eliminá-los é uma questão primordial, pois eles podem fazer com que você perca muito tempo de trabalho.

Continue os 4 principais erros desse processo, para se precaver a respeito deles. Boa leitura!

1. Ser inconstante na coleta dos dados

Este é um dos erros mais comuns: a inconstância. Quando um profissional de RH deixa de mensurar os dados obtidos de forma periódica, fica muito mais complexo compreender a relação entre causa e efeito de cada um dos fatores internos e criar uma linha do tempo.

Imagine que os dados estejam relacionados ao nível de produtividade de uma equipe. Quando isso é acompanhado mês a mês, o gestor de RH pode acompanhar o desempenho desse time e depois, em reunião com o líder, analisar as falhas existentes.

Para que esse erro seja eliminado, o profissional de RH precisa estabelecer metas de acompanhamento. Depois, ele deve se comprometer com seus superiores e líderes de equipe a enviar relatórios de forma periódica.

People Analytics
Entenda tudo sobre esta tendência!eBook SER | People Analytics - Entenda tudo sobre esta tendência

cta_baixe_ebook_gratis_azul

2. Focar apenas nos números obtidos

Na análise de dados, os números são protagonistas. Entretanto, também é importante analisar o viés qualitativo, ou melhor, compreender o que acontece dentro de um contexto maior e perceber como isso tem afetado os números. Em suma, é preciso ter uma visão holística.

Suponha que um novo funcionário apresente um índice de vendas ruins, abaixo dos seus colegas. É necessário verificar:

  • se há uma razão interna para que isso ocorra;
  • se ele foi realmente bem integrado à empresa;
  • se possui o conhecimento técnico demandado.

3. Deixar de dar feedbacks aos funcionários

Os dados obtidos não servem apenas para compor planilhas com diferentes gráficos e serem apresentados à alta administração. É crucial que também sirvam de base para dar feedback aos colaboradores, incentivando o crescimento da equipe.

Se possível, realize o feedback de forma individual, mostrando os pontos fortes e fracos de cada membro do time. Com o auxílio do líder da equipe, busque traçar metas individuais. Isso será um grande salto para toda a empresa.

People Analytics
Entenda tudo sobre esta tendência!eBook SER | People Analytics - Entenda tudo sobre esta tendência

cta_baixe_ebook_gratis_azul

4. Não contar com o auxílio de um dashboard

O dashboard é uma espécie de painel de controle, que relaciona os diversos dados obtidos em um único lugar. Quando há um painel claro, fica muito mais fácil compreender as informações obtidas para apresentá-las em reuniões estratégicas.

Por isso, na mensuração de dados, é importante contar com um dashboard. Ele será muito útil para arquivar todas as informações coletadas, estruturando e aplicando todas elas na forma de relatórios legíveis e eficientes para toda a empresa.

Veja, esses são os principais erros que devem ser evitados. Então nunca se esqueça de ser constante na coleta das informações, ter uma visão holística, dar feedbacks e contar com um dashboard que facilite a estruturação dos dados.

Agora que está por dentro do assunto e conhece os principais erros na mensuração de dados, aproveite para nos seguir nas redes sociais: siga-nos no Facebook e no LinkedIn!