A importância de uma comunicação interna assertiva

2021-08-12T11:31:56-03:008 julho, 2021|Gestão de Pessoas|

Você sabia que a comunicação interna é responsável pela manutenção do ambiente organizacional, aumento da produtividade e do engajamento da equipe? Acompanhe a gente nesse artigo e entenda mais sobre isso.

A comunicação interna é uma ferramenta de grande importância para implantação e fortalecimento da cultura organizacional. Mais que isso, ela é a responsável pelo sucesso do time, na medida em que favorece o trabalho colaborativo e permite que todos caminhem na mesma direção.

No entanto, não existe um manual de implantação de uma comunicação interna correta, já que cada empresa é formada por times diferentes. Mas, em contrapartida, é possível entender quais são as melhores ações para promover uma comunicação interna mais assertiva e eficiente, independente do tipo de empresa ou perfil dos colaboradores.

Quer saber como? Acompanhe esse artigo!

Comunicação interna: uma ação estratégica

Toda empresa que busca se efetivar no mercado e desenvolver uma equipe de alta performance, precisa investir em um conjunto de ações que promovam a transmissão de informações estratégicas a seu time. A esse conjunto de ações chamamos comunicação interna.

Essa é a principal diferença de comunicação mercadológica para comunicação interna. Em geral as ações de marketing das empresas são voltadas para a comunicação empresarial mercadológica com clientes, fornecedores e público externo. São modelos de comunicação que tendem a criar nesse público uma imagem positiva da empresa, do produto ou de determinada marca.

Por outro lado, a comunicação interna busca criar no time interno o sentimento de pertencimento, ao transmitir a eles as informações necessárias para seu desenvolvimento ao mesmo tempo que permite que eles sejam participantes da criação de seus processos.

Ou seja, ela é uma ferramenta que propicia o engajamento dos colaboradores e os aproxima da organização e de seus objetivos. Isso sem falar do fortalecimento da cultura organizacional, já que através dos canais de comunicação interna é possível disseminar os valores, ideais e objetivos da empresa.

É muito importante, no entanto, que essa comunicação seja vertical no sentido de transmitir informações da alta liderança para seus liderados, mas também seja horizontal, na medida em permite o feedback e a troca de informações entre pares.

Canais de comunicação: a escolha certa faz a diferença

Empresas diferentes, colaboradores diferentes, formas de ver e ouvir o ambiente também diferentes. E essa diferença faz da escolha dos canais de comunicação certos, um desafio para o setor de recursos humanos.

Essa escolha precisa levar em consideração as particularidades de sua equipe, o local e até o tipo de trabalho que seu time desenvolve. Só para exemplificar, canais digitais de comunicação interna como uma intranet tem um alcance extraordinário com colaboradores que atuam em áreas administrativas. Mas são totalmente obsoletas no chão de fábrica.

Portanto, o setor de recursos humanos precisa conhecer cada área de trabalho e adaptar os canais existentes, de forma que a comunicação interna alcance públicos diferentes, tendo em vista um único objetivo: gerar valor para seus colaboradores e aprimorar o clima organizacional.

Em resumo, é preciso que por trás de cada ação de comunicação interna, exista um planejamento que especifique a informação a ser compartilhada, o público-alvo, o objetivo e o canal mais eficiente.

As vantagens? A gente já te conta!

Trabalhar a comunicação interna é uma forma de criar uma cultura de conhecimento. E esse conhecimento não se trata apenas de hard skills, ou aquelas habilidades necessárias ao desempenho de atividades.

É o conhecimento dos objetivos da organização e até da equipe, já que a comunicação interna também pode ser usada para dar destaque aos colaboradores de alta performance e suas conquistas e até para informar aniversariantes do mês ou conquistas da própria organização como prêmios e reconhecimentos recebidos.

O resultado é uma equipe que se sente valorizada pela organização, gerando com isso uma série de vantagens. Dentre as principais podemos destacar:

  • Alinhamento da equipe aos objetivos da organização
  • Aumento da produtividade
  • Melhor organização das tarefas
  • Gestão e manutenção do clima organizacional
  • Fortalecimento da cultura organizacional

As vantagens de uma comunicação interna são inúmeras e podem ser percebidas na medida que essa comunicação de torna mais assertiva e eficiente. Com ela é possível criar um ambiente de trabalho mais colaborativo e com resultados mais promissores.

E a prática? Como fica?

Diante de tudo que falamos aqui, algumas ações são de extrema importância para a implantação de uma comunicação interna eficiente. Dentre as estratégias para essa implantação, vamos te apresentar três, que podem fazer uma grande diferença para seu setor de recursos humanos:

1- Conheça seu público

Como já falamos aqui, primeiramente, para garantir a efetividade da comunicação interna, é preciso que o setor de recursos humanos conheça bem o público-alvo dessa comunicação e até se na mesma empresa há diferenças de público. Com isso, é possível garantir que canais diferentes, alcancem profissionais diferentes com as mesmas informações ou até com informações diferentes, já que é possível que os assuntos tratados também precisem ser adequados as necessidades de cada equipe.

2- Estabeleça seus objetivos

Para implantar uma comunicação interna eficiente é preciso saber qual o objetivo dessa comunicação. Com isso, seu setor de recursos humanos precisa entender o que se quer alcançar com essa comunicação.

Nesse sentido, trace suas metas e acompanhe de perto os resultados, de forma que seja possível corrigir falhas nessa comunicação e garantir sua eficácia e assertividades.

3- Atenção ao conteúdo

Por fim, uma comunicação interna realmente eficiente precisa contar com assuntos relevantes para seus funcionários. Uma dica é sempre buscar informações sobre assuntos que tenham a ver com suas rotinas de trabalho, com o ambiente organizacional ou temas que impactam o resultado da organização.

Só para exemplificar, em tempo de pandemia por exemplo, um assunto que ganhou relevância foi a saúde mental. Dessa forma, busque entender quais cenários impactam a vida de seus colaboradores e ofereça informações que tragam esclarecimentos e até dicas úteis.

Concluindo

Em suma, a comunicação faz parte da vivência humana muito antes do surgimento das palavras. Nos primórdios da história o homem se comunicava através de símbolos, desenhos e até gestos. Essa comunicação permitiu sua sobrevivência e evolução.

Da mesma forma, passados anos de evolução na forma de se comunicar, dentro das organizações a comunicação interna se tornou uma ferramenta de sobrevivência. Isso porque empresas que investem na comunicação interna garantem equipes mais engajadas, processos claros e clima organizacional mais saudável.

Em resumo, a comunicação interna é um investimento estratégico de grande relevância na gestão de pessoas que produz efeitos exponenciais no resultado da organização.

Uma dica se você precisa implantar ações de comunicação interna em sua empresa e promover o desenvolvimento de sua equipe, conheça a ferramenta SER HCM. Quer saber como? Entre em contato conosco. Com mais de 25 anos de experiência, a SER desenvolve soluções em gestão de pessoas de maneira customizada às necessidades da sua empresa.

E se você gostou do nosso conteúdo, aproveite e assine nossa Newsletter e receba diretamente em seu e-mail conteúdos relevantes em Gestão de Pessoas.

Compartilhar este Artigo

Deixar um comentário

Ir ao Topo