Estudo da PWC aponta que a Gestão de Pessoas é foco da estratégia empresarial.

2020-04-01T11:26:27-03:0012 maio, 2011|Talent Management|

O site Olhar Digital publicou recentemente a notícia feito pela PriceWaterhouseCoopers sobre a mudança de estratégia das empresas e o foco na Gestão de Pessoas. Este estudo apresentado pela parceira da SER HCM mostra uma evidência do que nós acreditamos e trabalhamos para proporcionar aos nossos clientes: A Gestão de Pessoas como ferramenta de Desenvolvimento e Inovação empresarial.

ebook gestão de pessoasPowered by Rock Convert

Gestão de pessoas é prioridade para 83% dos presidentes de empresas

Estudo aponta que, na América Latina, 80% dos executivos devem criar ações que não

estejam relacionadas à remuneração para reter talentos

03 de Maio de 2011 | 09:05h

Qual a prioridade dos principais executivos das organizações de todo o mundo?

A gestão de pessoas, de acordo com um estudo recém-divulgado pela consultoria

PricewaterhouseCoopers (PwC) e que ouviu 1,2 mil CEOs.

Segundo o levantamento, cerca de 83% dos executivos consultados planejam mudar sua

atual estratégia para gestão de profissionais nos próximos 12 meses. Na sequência, na lista

de prioridades desses executivos, aparece a necessidade de gerenciar riscos e investimentos

para, respectivamente, 77% e 76% dos entrevistados.

A PwC destaca que, no mesmo estudo realizado há um ano, a gestão de riscos era a prioridade

número um para os CEOs, citada por 84% dos profissionais, seguida pelos investimentos (81%)

e gerenciamento de talentos (79%). “Os CEOs estão colocando muito foco nas pessoas. A competição

por talentos está aumentando por conta do aumento da contratação em alguns setores e pelo aumento

da dificuldade para encontrar pessoas com os conhecimentos adequados para preencher uma vaga”,

afirma o responsável pela prática de Recursos Humanos da PwC, Michael Rendell, no comunicado

oficial sobre o estudo.

O levantamento aponta que, para reverter esse cenário, a maioria dos CEOs (65%) pretende motivar os

funcionários com ações que não impliquem em remuneração financeira. Quando considerados apenas os

entrevistados da América Latina, esse percentual salta para 80%.

Já sobre as principais barreiras para gestão de talentos, 66% dos executivos consideram que a falta

de mão de obra qualificada representa o maior desafio para contratar e reter profissionais. Como

reflexo direto, 54% dos CEOs pretendem recrutar jovens, com o intuito de capacitá-los internamente.

Retirado do site: http://olhardigital.uol.com.br/negocios/digital_news/noticias/gestao_de_pessoas_e_prioridade_para_83_dos_presidentes_de_empresas

 

Deixar um comentário