Entenda a importância de dar um feedback construtivo para os colaboradores

2021-07-19T09:20:06-03:0012 março, 2018|Gestão de Desempenho|

Quem trabalha com gestão de pessoas sabe a importância de usar o feedback construtivo em prol do desenvolvimento dos colaboradores e, consequentemente, do sucesso da empresa. Se a sua empresa ainda não conhece o poder dessa ferramenta, então este artigo é para você!

Nenhuma empresa funciona sem pessoas. Mesmo empresas totalmente voltadas para o desenvolvimento de tecnologias, dependem das pessoas para o desenvolvimento de seus processos e alcance de objetivos. E essas, por conseguinte, precisam da empresa para se desenvolverem profissionalmente.

Portanto, o setor de recursos humanos tem a responsabilidade de atrair, selecionar, contratar novos talentos, até propor ações e desenvolver processos de valorização do capital intelectual de sua organização. Tudo isso extraindo de cada colaborador os melhores conhecimentos e consequentemente resultados.

Nesse sentido, os processos em Gestão de Pessoas permitem que as metas organizacionais sejam alcançadas e o resultados delas colocam em equilíbrio as necessidades do mercado, da organização e das pessoas que trabalham nela.

Dentre esses processos, o de maior impacto no desenvolvimento de seus colaboradores talvez seja o feedback construtivo. Já que esse feedback construtivo irá contribuir para o desenvolvimento de seus colaboradores, dando a eles a percepção de seu desempenho e as possibilidades de crescimento.

Falaremos aqui um pouco sobre o conceito de feedback construtivo, os benefícios que ele proporciona e como implementar essa prática corretamente. Ficou curioso? Então continue a leitura e entenda!

O que é feedback construtivo

O termo feedback vem do inglês e significa “retroalimentação” ou “alimentação de retorno”. Esse conceito abrange, basicamente, um modo de avaliar uma ação positiva ou negativa, sempre de maneira construtiva.

O feedback é uma das mais importantes estratégias na liderança de equipes. É uma ferramenta utilizada pelo gestor para direcionar o desenvolvimento do colaborador, fazendo apontamentos de comportamentos, atitudes e ações positivas e negativas.

Dessa forma, essa ferramenta proporciona ao colaborador uma visão de fora sobre o modo como ele realiza suas tarefas, o que o ajuda, como um guia, a melhorar cada vez mais suas habilidades e competências.

Assim sendo, o feedback construtivo é uma forma de comunicação da empresa e um investimento que a empresa faz no desenvolvimento de seus colaboradores. Dessa forma, ela demonstra para eles sua importância e aumenta o vínculo de confiança destes na organização.

ebook avaliação de desempenho

Benefícios do feedback

É óbvio dizer que oferecer feedback à equipe é algo que beneficia a todos, se for feito corretamente. Esse retorno sobre as falhas e potencialidades de cada um ajuda a tornar a equipe mais produtiva e resiliente.

A motivação dos colaboradores também é elevada a partir do momento em que a gestão mostra genuína preocupação com o crescimento de cada um. E a empresa, logicamente, ganha com a retenção de talentos e a melhoria dos resultados, como um todo.

Além disso, por ser um processo de comunicação organizacional, o feedback construtivo diminui os ruídos de comunicação, favorecendo a formação de vínculos de confiança entre a equipe e aumentando com isso o engajamento, sentimento de participação e autorresponsabilidade com a entrega de resultados.

Benefícios infinitos né? Está aqui a importância de investir no feedback construtivo como recursos para a criação de uma equipe de ata performance.

Aplicação correta do feedback

Para que seja possível desfrutar os bons resultados, a empresa deve se preocupar em aplicar o feedback construtivo, enquanto ferramenta de desenvolvimento, da maneira correta.

Isso significa dizer que esse retorno jamais poderá estar carregado de ressentimento, desapontamento ou raiva por parte do gestor. Assumir uma postura neutra e analítica é essencial no momento de trazer alguma falha à tona — por maior que seja — ao funcionário.

Permita que o colaborador compreenda os erros que cometeu, mas procure também focar na solução em vez do problema, ou seja, mostre a ele o que ele poderia fazer diferente para evitar uma situação de falha.

Assim, com o tempo, a equipe aprenderá a buscar novas perspectivas em relação às falhas cometidas no dia a dia, sabendo reverter sozinhos as situações mais complicadas, em vez de somente sentir medo de errar e lamentar quando isso acontecer.

O feedback positivo também merece atenção, principalmente, porque algumas gestões mais antigas ainda insistem em encarar essa prática como sendo desnecessária.

Engana-se quem subestima o poder do feedback positivo, afinal, como os colaboradores permanecerão tomando ações positivas, se nunca lhe disserem o quando elas são benéficas?

Sendo assim, elogie, recompense, comente com o restante da equipe e incentive sempre que algum membro da equipe atingir uma meta, tiver uma boa ideia, tomar uma iniciativa ou apresentar uma boa sugestão de solução para algum problema.

O retorno positivo, além de servir de inspiração, é um fator motivador enorme que ajuda a reter talentos, já que foca diretamente na valorização da equipe.

Ah, e antes que a gente se esqueça: feedback é uma troca nas relações humanas de sua empresa, portanto, envolve muito mais que só palavras. O feedback também acontece na postura corporal, entonação de voz e até no olhar!

Algumas dicas

Já falamos aqui sobre o feedback negativo e sua aplicação. Essas dicas também podem e devem ser utilizadas em qualquer tipo de feedback: construtivo, negativo, positivo.

O mais importante é que esse seja um momento de entendimento para seu colaborador de quais são seus pontos fortes e pontos de melhoria. Dessa forma, você garante que essa ação surta o efeito desejado no desempenho de seu colaborador.

Vamos recapitular algumas dicas:

1- Momento

Separe um momento com seu colaborador para promover o feedback construtivo, assim sendo, vocês terão a oportunidade de conversar com tranquilidade e pensar em ações eficientes;

2- Equilíbrio

Equilibre críticas e elogios, de forma que ele não se sinta constrangido e desmotivados, nem tenha uma percepção equivocada de seu desempenho.

3- Ferramentas

Utilize outras ferramentas para nortear seu feedback, como avaliação de desempenho ou avaliação 360 graus. Dessa forma, seu colaborador não receberá somente sua percepção pessoal.

4- Tipo de feedback

Um feedback construtivo, negativo ou positivo não deve jamais ser focado na pessoa, mas sempre em seus comportamentos observáveis. Assim, ele não terá vieses preconceituosos ou pessoais por patê do gestor.

5- Não é debate

Não faça do momento de feedback um debate de opiniões. É importante estar preparado para escutar seu colaborador e seus pontos de vista, sem, no entanto, permitir que seja um momento de defender razões.

6- Clareza

Procure ser o mais claro e objetivo possível. Utilize uma comunicação simples e certifique-se de que seu colaborador entendeu todos os pontos.

7- Parceria

E por último e não menos importante, certifique-se de construir junto com seu colaborador, ações voltadas para os conteúdos expostos no feedback construtivo. Recomendamos que você utilize um PDI e até um contrato de metas.

Lembre-se sempre que o feedback sozinho pode não ser suficiente para promover as mudanças necessárias para o desenvolvimento dos talentos de sua empresa.

Todo feedback construtivo exige um acompanhamento e com certeza, pequenos outros feedbacks inseridos na rotina de seu colaborador. Essa é uma forma de garantir que os combinados não se percam e que sua equipe se sinta amparado durante todo seu processo de crescimento profissional.

Concluindo

Como você pode perceber o feedback construtivo tem inúmeros benefícios para sua empresa e para o desenvolvimento de sua equipe. Portanto, invista no desenvolvimento de uma cultura de feedback em sua empresa.

Dessa forma, esse processo se torna natural na rotina de sua equipe, permitindo não só que eles recebam com naturalidade o feedback, como também deem feedback para seus pares e gestores com naturalidade e confiança.

Os ganhos vão muito além dos expostos aqui e colocam sua equipe em rota de crescimento saudável e sustentável.

Assim sendo, promova treinamentos com seus líderes, de forma que eles se sintam seguros para oferecer feedbacks para a equipe de forma sistêmica, consistente e com qualidade.

Deu para notar que um feedback construtivo bem aplicado pode fazer maravilhas para o desempenho de sua equipe, não é? Você pretende implementar essa prática em sua empresa? Conta pra gente aqui nos comentários!

Quer conhecer outras soluções em Gestão de Pessoas e contribuir para que seu setor de recursos humanos seja mais estratégico? Vem conhecer a SER!

A SER tem uma vasta experiência no desenvolvimento de soluções que atendem a diversas atividades de responsabilidade do setor de Recursos Humanos. Elas atendem às necessidades de uma gestão de pessoas estratégica e capaz de promover o desenvolvimento e crescimento de sua empresa.

Quer entender melhor como a nossa ferramenta pode ajudar? Entre em contato conosco e peça uma demonstração!

Aproveita e assine nossa Newsletter e receba diretamente em seu e-mail o melhor conteúdo em Gestão de Pessoas.

Um comentário

  1. Elizabete Nogueira Santana 30 de abril de 2020 em 22:54- Responder

    Sim Muito importante um feedback para nossa equipe, para que eles.possa tomar iniciativa., expor sua idéias para melhora do grupo..

Deixar um comentário

Ir ao Topo