Entenda a relação entre motivação e produtividade

2021-08-16T10:44:51-03:0012 agosto, 2021|Gestão de Pessoas|

Motivação e produtividade estão diretamente relacionadas. São responsáveis pelo sucesso da equipe e da organização. Entenda nesse artigo, como esses dois conceitos juntos são capazes de impactar o resultado do seu negócio.

Equipes de alta performance são altamente motivadas e sua produtividade está em constante crescimento. Dessa forma, é possível estabelecer uma relação direta entre motivação e produtividade. Esses são conceitos de extrema importância para a Gestão de Pessoas eficiente.

Sendo assim, é preciso que o setor de recursos humanos entenda a fundo esses conceitos e saiba como promover um ambiente motivador para alavancar a produtividade da equipe.

Para entender melhor como esses dois conceitos juntos impactam o resultado do negócio, acompanhe a gente nesse artigo!

Motivação: motivo para agir

Motivação é impulso. É o motivo que leva o sujeito a desempenhar determinada ação. É o que o inspira, o que o mobiliza em direção a determinado objetivo.

Motivação envolve fenômenos sociais, emocionais e biológicos. Em sua maioria, esses fenômenos são internos e, portanto, fazem da motivação, algo individual.

Dentro do espaço de trabalho, podemos dizer que parte dessa motivação é intrínseca, ou seja, vem do próprio sujeito. Está relacionada com seus objetivos pessoais, seus sonhos, o lugar que esse sujeito quer alcançar.

No entanto, como parte dessa motivação é intrínseca, parte dela depende do ambiente em que este sujeito está inserido, é extrínseca.

Em se tratando dos espaços de trabalho, a empresa não é capaz de criar no colaborador a motivação necessária ao desempenho de suas funções. Mas pode oferecer um ambiente propício à essa motivação, através de ações que valorizem seu desempenho e gerem uma proposta de valor para seu trabalho.

Assim sendo, podemos dizer que motivação está relacionada com as ações voltadas ao employee experience. E, portanto, depende também, do investimento que a organização faz em um ambiente mais equilibrado e promotor do bem-estar de seus colaboradores.

Nós já falamos aqui da transformação promovida pelo RH 5.0, com o objetivo de colocar o colaborador como foco das ações do setor de recursos humanos e da empresa de forma geral.

Se pararmos para analisar, essas ações buscam exatamente propiciar um ambiente motivador, de desenvolvimento pessoal e profissional que coloca o colaborador em um novo patamar: o de parceiro do negócio.

Dessa forma, garante o engajamento dessas pessoas na busca de resultados e no crescimento da organização.

Em resumo, podemos dizer que a motivação é o processo de satisfação das necessidades do sujeito.

E onde a produtividade entra nisso?

Colaboradores motivados entendem qual o seu papel enquanto parceiros da organização. Dessa forma, se empenham na busca de soluções e se envolvem com os resultados do negócio. O resultado disso é a alta produtividade.

O crescimento da produtividade é o caminho natural da motivação. Por isso dizemos que ambas andam lado a lado. Se o ambiente é promotor da motivação e inspiração dos colaboradores, consequentemente é um ambiente de alta produtividade.

No entanto, é importante ressaltar que não basta motivação para gerar resultado. É preciso apoio e habilidade para gerar alta produtividade.

Assim sendo, o setor de recursos humanos tem pela frente, a tarefa de criar um ambiente propício ao desenvolvimento da motivação do colaborador e dar a ele o apoio necessário para o aumento da sua produtividade e o desenvolvimento de sua performance.

Quando as ações dependem do RH

Como dissemos, a motivação tem algo de subjetivo, e está vinculada as expectativas de cada colaborador.

Assim sendo, o setor de recursos humanos precisa conhecer essas expectativas e propor ações que alinhem as necessidades do colaborador e da organização. Isso pode e deve ser feito a partir de ferramentas que o setor já possui. Acompanhe com a gente algumas delas.

guia avaliação de desempenho

Pesquisa de clima

Se a motivação está ligada ao ambiente de trabalho, a pesquisa de clima é a ferramenta perfeita para o diagnóstico desse ambiente. A partir dos dados levantados nessa pesquisa é possível entender o que afeta a motivação de seus colaboradores e intervir em situações críticas, equilibrando com isso as relações de trabalho.

Programas de QVT

Lembra que falamos sobre o RH 5.0 e sua perspectiva de foco no colaborador? É dessa perspectiva que surgem os programas de qualidade de vida no trabalho. E essas não necessariamente precisam ser grandes intervenções para gerar motivação nos colaboradores.

É possível fazer a divulgação de materiais que valem de vida saudável, qualidade de alimentação, incentivo à atividade física e cuidado mental. São ações que transmitem aos colaboradores a mensagem de sua importância para a organização, impactando diretamente sua motivação no trabalho.

Programas de desenvolvimento

Certamente, programas de desenvolvimento são o apoio necessário para o aumento da produtividade de seus colaborares. Para isso é preciso que através das avaliações de desempenho sejam identificadas as necessidades de cada colaborador e montando um plano de treinamento e desenvolvimento que atendam as suas necessidades e expectativas.

Cultura de feedback

Nós já falamos aqui da importância de implantar uma cultura de feedback em sua empresa. Ela promove uma cultura de transparência, estabelece vínculos de confiança e alto fator motivacional. Afinal, através do feedback constante, seu colaborador sabe onde está, conhece seus próprios limites e entende o lugar que pode alcançar e como fazer para chegar lá.

Lembra que falamos que a motivação é o motivo para a ação? Pois bem, através do feedback seu colaborador conhece os motivos para agir em busca de um determinado objetivo.

Faça uso da tecnologia

Uma das formas de gerar motivação em seus colaboradores e aumentar a produtividade é através da automação de processos.

A utilização de softwares para a execução de atividades operacionais permite que sua equipe tenha tempo livre para pensar em soluções inovadoras e estratégicas para alcance dos objetivos macros da organização.

Certamente, com mais tempo livre para utilizar seus recursos cognitivos de forma criativa, sua equipe estará mais motivada e a produtividade com certeza será maior com a otimização dos processos.

Concluindo

Em resumo, quando falamos de motivação e produtividade no ambiente organizacional, estamos falando da experiência do seu colaborador em todos os processos de trabalho.

Essa experiência não se resume apenas nas atividades de bem-estar no trabalho. Mas a rotina de trabalho de forma geral. Portanto, é muito importante que a cultura organizacional seja promotora de um ambiente inovador, inspirador, instigante. Mas também permita que o colaborador seja protagonista de seu sucesso profissional, participante das decisões relacionadas ao seu trabalho e vislumbre possibilidades de crescimento na organização.

Importante salientar que ações motivadoras são diferentes em cada organização.

Assim sendo, de forma geral, o setor de recursos humanos precisa manter um contato direto com os membros de sua equipe para entender o perfil dessa equipe e o que os motiva.

Propostas e implantadas as ações que promoverão um ambiente motivador, é preciso acompanhar os níveis de produtividade e desempenho.

Assim, fica fácil identificar onde e como intervir, para proporcionar condições de alta performance para sua equipe.

Quer soluções estratégicas para o seu negócio? Que tal conhecer a SER? Com mais de 20 anos de experiência a SER é especialista no desenvolvimento de soluções tecnológicas em Gestão de Pessoas. Entre em contato conosco e conheça todos os detalhes da nossa ferramenta SER HCM.

E aproveita se você gostou desse artigo, e assine nossa newsletter. Receba diretamente em seu e-mail o melhor conteúdo em Gestão de Pessoas.

Compartilhar este Artigo

Um comentário

  1. […] o RH 5.0, que traz consigo uma preocupação com o bem-estar no trabalho, saúde de forma integral, motivação e produtividade ligada à valorização e ao reconhecimento, com novas possibilidades de desenvolvimento e […]

Deixar um comentário

Ir ao Topo