Conheça a avaliação 180 e suas vantagens

2021-08-26T09:47:56-03:0026 agosto, 2021|Gestão de Desempenho, Gestão de Pessoas|

A avaliação 180 é uma oportunidade para gestor e colaborador em conjunto avaliarem o desempenho e as habilidades de cada membro da equipe. Acompanhe a gente nesse artigo e entenda como.

Organizações são feitas de pessoas. No entanto, essas pessoas precisam trabalhar de forma organizada e conjunta para alcançar os objetivos macros da organização. Não basta reunir pessoas em um mesmo ambiente e esperar que cada uma delas consiga traçar seus próprios planos isoladamente e com isso alcançar um objetivo comum.

Certamente, é preciso a intervenção da organização para que essas pessoas entendam os objetivos do negócio e de forma colaborativa, trabalhem em prol das expectativas da organização.

Nesse sentido, o setor de recursos humanos é o responsável por atrair, selecionar, treinar e acompanhar cada talento, possibilitando através desse acompanhamento que eles entreguem o melhor resultado e alcancem o melhor desempenho profissional.

No entanto, para entender o quanto cada colaborador é capaz de entregar e de que forma é possível extrair o melhor resultado, o setor de recursos humanos precisa avaliar continuamente as habilidades e o desempenho desses colaboradores.

Afinal, são essas avaliações que permitirão que a organização acompanhe o desempenho de seus colaboradores. Dessa forma entenda quais investimentos serão necessários para alavancar a performance deles.

Nós já falamos aqui sobre alguma dessas avaliações como avaliação 360, avaliação de desempenho e avaliação de performance. Nesse artigo queremos apresentar para sua empresa mais uma ferramenta de avaliação para oferecer ao seu RH maiores possibilidades de gerir o capital intelectual da organização.

Acompanhe com a gente e conheça a avaliação 180 e suas vantagens no desenvolvimento dos talentos de sua empresa!

Do que se trata a avaliação 180?

A avaliação 180 é um modelo de avaliação realizada com o gestor imediato e o colaborador. Ela visa identificar as habilidades do colaborador e acompanhar seu desempenho, contribuindo com isso para o desenvolvimento de sua performance.

Para isso, ela conta com a autoavaliação do colaborador e a avaliação do gestor. Assim, levando em consideração quais habilidades o colaborador possui, quais precisa desenvolver e quais as metas e objetivos do período se alcançou. Com isso, gestor e colaborador conseguem ter uma visão clara do desempenho do colaborador naquele período.

Portanto, a avaliação 180 é uma oportunidade de aprendizado para o colaborador, na medida em que ele e o gestor discutem e pontuam os itens da avaliação.

Por se tratar de uma metodologia mais simples, a avaliação 180 pode ser aplicada em períodos menores, para acompanhar por exemplo, os objetivos de um PDI. Além disso, ela é uma excelente forma de implantar uma cultura de feedback, já que exige que gestor e colaborador analisem juntos o resultado da avaliação.

nps

Vantagens da avaliação 180

Como já dissemos mais acima, a avaliação 180 é uma oportunidade de aprendizado para o colaborador através da troca de ideias com seu gestor imediato.

Além disso, uma de suas vantagens é promover uma cultura de feedback na organização, através das reuniões de análise dos resultados da avaliação.

A aplicação da avaliação 180 traz ainda como vantagem a melhora do clima organizacional, já que promove uma cultura de transparência e direcionamento do colaborador. Além disso, a identificação dos pontos de melhoria faz com que o colaborador entenda onde está e quais lugares pode alcançar através do aprimoramento de suas habilidades.

A avaliação 180 funciona também como fator motivacional, interferindo diretamente na produtividade do seu colaborador. Afinal, ela estimula o diálogo entre colaborador e gestor, fortalece os vínculos de confiança entre ambos e aumenta o engajamento do liderado nos resultados a serem alcançados.

Se desenvolver uma equipe de alta performance é um dos desafios da liderança e do setor de recursos humanos, a avaliação 180 é uma possibilidade para que isso aconteça.

Através de sua aplicação é possível identificar talentos que já existem na empresa. Além da possibilidade de conscientizar os colaboradores sobre a importância da melhoria contínua, o que impacta diretamente no resultado de trabalho de toda a equipe.

As vantagens são enormes né? E com certeza vale a pena colocar em prática. Mas como?

A aplicação da avaliação 180

O primeiro passo para a aplicação de uma avaliação 180 começa na comunicação. Seu RH já começa a trabalhar a confiança da equipe através de uma comunicação clara e assertiva informando a seus colaboradores sobre a aplicação da avaliação com antecedência.

Dessa forma o colaborador tem a oportunidade de entender como funciona o processo de avaliação e tirar eventuais dúvidas com antecedência.

Depois, estabeleça um cronograma de aplicação da avaliação e divulgue os prazos. Dessa forma sua empresa estimula a adesão, já que colaboradores e gestores podem se organizar para participar do processo.

Logo após, o colaborador deve receber sua autoavaliação e ser orientado a dar notas para os itens ali descritos.

O gestor também deve receber a avaliação do colaborador e é muito importante orientá-lo para ser o mais imparcial possível. Levando em consideração a atuação do colaborador no trabalho, tentando se desviar de vieses pessoais ou preconceituosos.

No entanto é preciso que a liderança esteja preparada para realizar uma avaliação transparente e sincera. Afinal, o crescimento do colaborador depende, em muito, da percepção do gestor imediato.

É importante que os itens da autoavaliação e da avaliação do gestor sejam os mesmos. De forma que seja possível que no momento do feedback, ambos tenham a oportunidade de analisar os resultados. Por fim, juntos traçarem um plano de ação para desenvolvimento dos pontos de melhoria.

Concluindo

A avaliação 180 é uma metodologia que possibilita o acompanhamento do desenvolvimento de seus colaboradores em períodos mais curtos, garantindo com isso a melhoria e o crescimento contínuo.

No entanto é muito importante esclarecer que não se deve usá-la como balizador de promoções ou desligamentos da equipe. Afinal sua visão é parcial e leva em consideração somente a percepção pessoal do colaborador e a do gestor, que pode estar contaminada por questões pessoais.

Nesse sentido, a avaliação 180 é uma ferramenta que pode ser utilizada para acompanhar o alcance de objetivos de outras ferramentas em gestão de pessoas como o PDI ou o contrato de metas.

Portanto, ao inseri-la nos processos de avaliação de desempenho de seus colaboradores, lembre-se da importância da utilização de outras metodologias de avaliação. No entanto, que leve em consideração a percepção dos pares e stakeholders da organização, como por exemplo, a avaliação 360.

E se você quiser otimizar a aplicação da sua avaliação 180, use a tecnologia a seu favor. Que tal conhecer a SER HCM e automatizar não só suas avaliações de desempenho, mas vários outros processos do seu RH?

Entre em contato com a SER e conheça a solução perfeita para tornar seu RH mais estratégico.

E se você gostou desse artigo, corre e assina nossa newsletter. Dessa forma você recebe diretamente no seu e-mail conteúdos semelhantes em Gestão de Pessoas.

Compartilhar este Artigo

Deixar um comentário

Ir ao Topo