Qual o papel do RH no cuidado com a saúde mental dos colaboradores?

2020-07-06T13:59:00-03:006 julho, 2020|Gestão de Pessoas|

Descubra as melhores práticas para que o RH atue como parceiro nos cuidados com a saúde mental dos funcionários!

A saúde mental dos profissionais é um assunto relevante em qualquer contexto. Porém, quando se fala no momento atual, durante a pandemia da COVID-19, ela se torna ainda mais importante, sendo um tema em alta nos meios de divulgação e nas organizações.

Isso porque, em momentos de crise, determinados problemas, como ansiedade, estresse e depressão, tornam-se mais evidentes, afetando diretamente os negócios e a vida pessoal e profissional dos colaboradores. No entanto, o RH pode ser um grande parceiro dos membros do time na hora de auxiliar nos cuidados com os aspectos psicológicos durante esse momento.

Quer saber como o RH pode ajudar no cuidado com a saúde mental dos colaboradores? Então, continue a leitura e descubra!

Identifique problemas já existentes

É possível que alguns dos seus profissionais já demonstrem problemas relacionados à saúde mental, como crises de ansiedade ou sintomas de estresse e depressão. Isso reflete diretamente na rotina do colaborador e é viável identificar essas questões quando há falta de motivação para a realização das atividades, ausência no trabalho, queda nos resultados e no desempenho ou outros sinais.

Se você observou algum indicativo desse tipo nos membros da equipe, é hora de intervir. Converse com o colaborador de forma aberta, identificando o problema e buscando entender as principais causas. Busquem, juntos, por soluções, de forma a tratar aqueles funcionários que já demonstram que a pandemia afetou a sua saúde metal.

Acione profissionais capacitados

A ansiedade, a depressão e o Burnout, por exemplo, são mais do que problemas que afetam o trabalho. Eles são considerados transtornos psicológicos que exigem a atuação de um profissional capacitado para auxiliar o colaborador a superar essa questão.

Portanto, mesmo que você não tenha identificado nenhum desses problemas na sua empresa, tenha “cartas na manga” e já separe o contato de profissionais de confiança para os quais os colaboradores podem ser encaminhados em caso de necessidade. Caso já tenha identificado, sugira que o colaborador realize uma sessão de atendimento com um psicólogo ou com um psiquiatra, atuando como uma ponte entre o funcionário e o tratamento adequado.

Foque a prevenção

A prevenção é o melhor caminho quando se fala em saúde mental dos colaboradores. Portanto, esse deve ser o foco da sua atuação no RH, durante e após esse momento de crise.

Para isso, é preciso auxiliar o time nesses cuidados, conscientizando os colaboradores sobre a importância dessa questão e sobre a melhor forma de fazer isso. Marque conversas acerca das melhores estratégias de prevenção, como a prática de exercícios físicos, a meditação e outras. Também converse sobre os primeiros sinais de atenção aos principais transtornos relacionados ao trabalho e sobre como buscar ajuda no caso de necessidade.

Reorganize o trabalho na empresa

Quando se fala em saúde mental nas empresas, a organização do trabalho tem papel central. Isso porque muitos dos problemas enfrentados pelos colaboradores, como a depressão e a ansiedade, estão diretamente relacionados à sobrecarga de trabalho, a dificuldades para realizar tarefas, a prazos muito curtos ou a uma grande pressão dos líderes.

Dessa forma, é importante que você esteja sempre atento a essa questão na empresa, buscando a reorganização sempre que um problema desse tipo for detectado. Para identificar se a forma como as tarefas estão distribuídas entre os membros do time é adequada, é essencial que você converse com os colaboradores. Afinal, quem melhor do que o profissional que realiza a atividade para dar um feedback sobre ela?

Portanto, marque conversas com os colaboradores e busque entender se eles estão se sentindo sobrecarregados ou se os prazos estão muito apertados. Caso a resposta seja positiva, converse com o gestor do time para identificar as melhores soluções. Lembre-se de verificar também se as tarefas são muito repetitivas ou operacionais, causando desmotivação e, caso identifique esse problema, sugira soluções, como a rotatividade de atividades entre os membros da equipe em questão.

Mantenha o canal de comunicação aberto

O RH precisa atuar como um promotor da saúde mental dos colaboradores dentro da empresa. Para isso, é essencial que o canal de comunicação com os colaboradores esteja sempre aberto, de forma a auxiliar a equipe na prevenção e na resolução de problemas.

Comunicação internaPowered by Rock Convert

Portanto, crie um canal de comunicação em uma plataforma de fácil acesso para os colaboradores. Marque conversas periódicas para verificar a situação atual do membro do time e entender quais são os principais problemas que ele enfrenta no trabalho e como podem ser solucionados. Por fim, mostre aos colaboradores que eles sempre podem entrar em contato com o RH para solucionar as questões relacionadas à empresa.

Capacite a equipe para as mudanças

A pandemia da COVID-19 exigiu uma série de mudanças nas empresas. Há novas regras de higiene e de atendimento aos clientes para aquelas que continuam funcionando em ambiente físico e muitas equipes tiveram que ser transferidas para a modalidade home office. Isso traz transformações para a organização da rotina dos colaboradores, exigindo novas competências.

Essas mudanças, quando não são bem planejadas, podem ser um fator de prejuízo para a saúde mental. É aqui que o RH pode atuar como um grande parceiro dos funcionários, auxiliando-os a lidarem com as transformações da melhor forma possível.

Investir na capacitação do time é uma ótima forma de fazer isso. Identifique quais são as novas competências exigidas e marque treinamentos com os colaboradores para que eles as desenvolvam. Além disso, seja sempre transparente na comunicação das mudanças e dê tempo para o time se adaptar.

Como você pôde perceber neste artigo, o RH tem papel central quando se fala no cuidado com a saúde mental dos colaboradores. Isso se dá tanto na prevenção quanto na identificação e no encaminhamento de problemas.

É importante que você comece já a buscar as melhores estratégias nesse aspecto para garantir que os colaboradores não terão problemas relacionados ao trabalho, principalmente em um momento de crise, como o atual. Portanto, siga as nossas dicas e comece, agora mesmo, a promover a saúde mental dentro da empresa!

Gostou do artigo? Quer ficar por dentro das nossas próximas novidades? Então, assine a nossa newsletter e receba mais conteúdos como este no seu e-mail!

Um comentário

  1. Maria Aparecida Fogo 9 de julho de 2020 em 14:22- Responder

    Excelente texto e orientações que favorecem o trabalhador na manutenção da sua saúde mental e física e proporcionam resultados melhores que beneficiam o indivíduo e o coletivo e promovem o crescimento organizacional

Deixar um comentário