O que é gamificação e como ajuda a engajar pessoas na empresa?

2020-05-25T12:03:20-03:0025 maio, 2020|Estratégia Corporativa|

Os recursos de gamificação tornam as atividades mais divertidas e são muito eficientes para o engajamento, principalmente de funcionários da geração millennial.

A gamificação tem conquistado cada vez mais adesão nas empresas como instrumento para aumentar o engajamento dos funcionários e ajudar na produtividade, entre outras aplicações. Você sabe o que é gamificação e como ela pode ajudar, de fato, no crescimento da sua empresa?

Neste post, vamos falar sobre o assunto, explicando por que é uma ótima medida e como está totalmente alinhada a uma abordagem mais estratégica do RH, que busca aproveitar ao máximo os talentos disponíveis na organização para o alcance das metas. Leia o artigo e entenda melhor o tema!

O que é gamificação?

Gamificação vem do termo em inglês games (jogos) e identifica a aplicação da lógica e da mecânica de jogos em outras áreas. Com o uso de estruturas, como cenários, pontuações, desafios e recompensas, como as observadas em jogos de videogames, é possível estimular as pessoas para uma participação mais ativa.

Essa estratégia é cada vez mais implementada pelas empresas por promover um maior engajamento, facilitar o aprendizado e estimular a competitividade positiva e a superação. Além disso, as atividades favorecem a interação e o compartilhamento de informações dentro da equipe, facilitado pelo uso da tecnologia.

Como a gamificação funciona?

O uso da gamificação dentro das empresas pode se apoiar em regras e práticas comumente usadas em jogos. O princípio é criar uma competição entre colaboradores ou equipes, a fim de estimulá-los a ultrapassar os próprios resultados.

Claro que, para que isso realmente funcione, é preciso estipular uma recompensa relevante, que pode ser um prêmio em dinheiro, uma folga, ou algum outro benefício que realmente incentive o trabalhador.

Os resultados devem ser compartilhados publicamente para que os participantes entendam melhor o status do jogo e para que também sejam reconhecidos. O reconhecimento é um forte fator de engajamento.

Lembre-se de que o intuito principal de um jogo é a diversão. Por isso, a atividade deve ser lúdica e envolvente, buscando alcançar os resultados desejados. Feedbacks positivos representam outra prática que auxilia no processo, tornando tudo mais prazeroso e motivador.

Por que é uma boa estratégia para aumentar o engajamento?

As organizações sentem grande dificuldade em motivar seus profissionais e mantê-los como uma equipe coesa, direcionada para um objetivo comum. Apostar em técnicas de gamificação é uma ação inteligente e capaz de trazer excelentes retornos. Entenda melhor como.

Auxilia a mensurar o desempenho

Nem sempre a melhora na produtividade ou na performance fica clara para o colaborador. Com a gamificação, o uso de métricas claras para mensurar o desempenho ajuda o trabalhador a ter uma noção exata do que está entregando e em quais pontos precisa se esforçar mais.

Comunicação internaPowered by Rock Convert

Ajuda na motivação

A visualização dos progressos diários e o estímulo à superação fazem com que o trabalhador fique mais envolvido nas tarefas e funcionam como um forte elemento motivador durante uma rotina que pode se tornar maçante em determinado momento.

Desenvolve habilidades

Determinadas competências, como raciocínio, trabalho em equipe, persistência e iniciativa, podem ser trabalhadas com a gamificação, além da busca por conhecimentos técnicos que ajudem o funcionário a alcançar os resultados esperados e o coloquem em uma posição mais interessante dentro do jogo promovido pela empresa.

Aumenta o otimismo

A gamificação se baseia em etapas, nas quais o profissional pode buscar um melhor desempenho que o registrado anteriormente. Essa dinâmica favorece o crescimento individual e faz com que os colaboradores evoluam a partir das próprias ações e dos erros, deixando-os mais otimistas e confiantes em relação ao seu trabalho.

Traz benefícios físicos ao funcionário

Um ambiente que promova bem-estar faz toda a diferença no engajamento dos trabalhadores. Para isso, é necessário trabalhar o clima organizacional, fortalecer relações e promover tarefas que sejam desafiadoras e, ao mesmo tempo, possíveis.

Ao ganhar uma recompensa, um dos elementos de um game, o cérebro libera substâncias prazerosas, como dopamina. Esse hormônio atua na memória e na capacidade de concentração, além de influenciar a disposição para realizar atividades cotidianas.

Quando a gamificação pode ser usada?

A aplicação dos recursos de gamificação é válida em diversos aspectos da empresa, apoiando o RH na realização das estratégias voltadas à gestão de talentos. Saiba como essa abordagem é válida para cada ponto.

Processos seletivos

Dentro dos processos seletivos, vem crescendo a utilização de games para a identificação de competências e dos níveis de conhecimento dos candidatos, realizando um ranking no qual os que apresentam melhores resultados passam para a próxima etapa.

A gamificação também pode ser usada para simular situações que fazem parte do cotidiano da empresa, dando uma visão clara do comportamento do colaborador e avaliando a sua aderência à cultura organizacional.

Treinamentos

Um dos maiores desafios que o RH enfrenta na hora de realizar os treinamentos é manter o engajamento dos colaboradores, fazendo com que eles realmente tenham uma postura ativa e absorvam o conteúdo.

As mecânicas de jogos trazem maior interatividade e incentivam os profissionais à participação nas tarefas, proporcionando uma assimilação muito maior do conteúdo.

Plano de carreira

O plano de carreira pode ser estruturado com uma abordagem de games, com missões e pontuações que os profissionais precisam alcançar para assumir um cargo mais alto na empresa.

Além disso, com um sistema de ranqueamento transparente, é possível acompanhar o desenvolvimento de cada um e ainda estimular a motivação.

Como implementar a estratégia?

Aplicar a gamificação de maneira eficiente depende da compreensão dos conceitos de jogos e da sua implementação dentro das estratégias da empresa.

Para que isso ocorra com sucesso, é preciso identificar os problemas ou objetivos e entender como esses conceitos funcionariam. Por exemplo, se há uma necessidade de contratar pessoas mais qualificadas, é possível pensar como a gamificação pode ajudar na triagem.

Por fim, a partir daí, é possível traçar estratégias que deixem claro como essa adaptação funciona e quais métricas serão adotadas para acompanhar os resultados. Vale lembrar que o monitoramento é essencial para entender se a gamificação realmente está funcionando, se é preciso adaptá-la ou se não é válida para o objetivo.

Ficou mais claro o que é gamificação e como essa ferramenta pode fazer a diferença no engajamento dos seus funcionários? Vale a pena manter-se atualizado sobre as novas tendências para tornar as equipes cada vez mais coesas e aumentar a produtividade.

Agora, aproveite para conferir o artigo sobre os diferentes tipos de treinamento e veja como escolher o mais adequado.

Deixar Um Comentário